Início > Agenda > IA/UFRGS: atividades com entrada franca de 18 a 23 de março
IA/UFRGS: atividades com entrada franca de 18 a 23 de março
 21 de março, quinta

MÚSICA

20h30: Recital da pianista chinesa Solungga Fang-Tzu Liu. No programa, obras de Ligeti, C.P.E. Bach, Ravel e Prokofiev. Coordenação: Professora Catarina Domenici. Local: Auditorium Tasso Corrêa do IA/UFRGS (Rua Senhor dos Passos, 248, térreo). Entrada franca.

Foto de Solungga Fang-Tzu Liu: extraída de http://thaimisc.pukpik.com

Na quinta, dia 21 de março, a pianista chinesa Solungga Fang-Tzu Liu realiza recital gratuito no Instituto de Artes da UFRGS. A pianista Solungga Fang-Tzu Liu transita com elegância por obras de períodos distintos e diversas formações camerísticas. Seu CD ”The Pleasure-Dome of Kubla Khan: Piano Works of Charles Tomlinson Griffes”, lançado em 2010 pela Centaur, recebeu críticas elogiosas do American Record Guide (“sonoridade excelente, sensibilidade e colorido encantador”), do Clavier Companion (“interpretações bem elaboradas”) e Seattle Post- Intelligencer (“Esta gravação é excelente. Com suas interpretações, Liu fez justiça a um repertório geralmente esquecido e honrou um compositor único e evocativo”). Liu também gravou obras de Steve Reich com o ensemble Alarm Will Sound, Meandering River para piano solo de Robert Morris, e o Piano Concerto de Gregory Mertl, a qual foi dedicada e estreada por Liu em Novembro de 2011.

 

Liu tem se apresentado pelos Estados Unidos, China e Europa, onde foi artista convidada do Romanian-American Music Festival in Bistrita em 2012. É Professora Assistente da Bowling Green University e doutora pela Eastman School of Music.

 

Programa do recital

 

György Ligeti (1923-2006)
from Musica ricercata (1951-53)

 

I. Sostenuto
III. Allegro con spirito
IV. Tempo di Valse (á l’orgue de Barbarie)
VI. Allegro molto capriccioso
VII. Cantabile, molto legato

 

Carl Phillip Emanuel Bach (1714-1788)
Keyboard Sonata in G Major, Wq. 55/6 (H. 187) (1779)
Allegretto moderato
Andante
Allegro di molto

 

Maurice Ravel (1875-1937)
La Valse (1920)

 

Solo piano transcription by the composer

 

Sergei Prokofiev (1891-1953)

 

Piano Sonata in B-Flat Major, Op. 83
(War Sonata No.2: Stalingrad) (1942)
Allegro inquieto
Andante caloroso
Precipitato

 

22 de março, sexta

 

MÚSICA –  17h: Recital de Doutorado em Práticas Interpretativas – Piano de Carlos Alberto Assis. No programa, obras de Robert Schumann e Chopin. Coordenação: Professora Cristina Gerling. Local: Auditorium Tasso Corrêa do IA/UFRGS (Rua Senhor dos Passos, 248, térreo). Entrada franca.

 

Na sexta, às 17h, acontece no IA/UFRGS o recital de Doutorado em Práticas Interpretativas – Piano de Carlos Alberto Assis. No programa do recital, os ”Estudos Sinfônicos, Op. 13 de Robert Shumann e duas obras de Chopin, ”Polonaise, Op. 26, nº 1” e ”Scherzo, Op. 20”. Carlos Alberto Assis é pianista formado pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, onde é Coordenador do Curso Superior de Instrumento e professor de Linguagem e Estruturação Musical (Harmonia) e de Fundamentos de Prática Corporal Aplicada à Música e Composição. Mestre em Música – Execução Musical/Piano pela Universidade Federal da Bahia, classificou-se em 2º lugar no I Prêmio de Composição Guerra Peixe, da Escola de Música Villa-Lobos, no Rio de Janeiro, em 1998. Em 2000, classificou-se em 3º lugar, no III Prêmio de Composição Guerra Peixe, da mesma escola. Integrou o corpo docente de diversos Festivais e Oficinas de Música e participou como pianista co-repetidor da montagem de diversas óperas, no Brasil e no exterior.

 

23 de março, sábado

 

MÚSICA –  11h: Lançamento do livro ”Maçambiques, Quicumbis e Ensaios de Promessa: musicalidades quilombolas do sul do Brasil”, de Luciana Prass, professora do Departamento de Música do IA/UFRGS. Participação do Grupo Maçambique de Osório. Local: Museu da UFRGS (Av. Oswaldo Aranha, 277). Entrada franca.

 

No sábado, 23 de março, acontece no Museu da UFRGS o lançamento do livro ”Maçambiques, Quicumbis e Ensaios de Promessa: musicalidades quilombolas do sul do Brasil”, de Luciana Prass, com participação especial do Grupo Maçambique de Osório, coordenado pelo chefe Faustino Antônio.

 

Professora do Departamento de Música do Instituto de Artes da UFRGS, Luciana Prass é Bacharel em Violão, Mestre em Educação Musical, Doutora em Etnomusicologia e professora do Departamento de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Integra o Grupo de Estudos Musicais (GEM) desde 1993.

 

 O livro ”Maçambiques, Quicumbis e Ensaios de Promessa” é fruto de pesquisa etnomusicológica desenvolvida entre 2006 e 2009 em três comunidades quilombolas do Rio Grande do Sul. Por meio do convívio etnográfico com chefes, dançantes e tamboreiros e demais integrantes de práticas musicais as mais diversas, Luciana Prass procurou problematizar o lugar da música na agenda identitária contemporânea desses grupos que lutam por terem seus direitos reconhecidos. Articulando dados construídos em campo a documentos históricos, folclóricos e antropológicos foi possível encontrar indícios de uma rede de Congadas no estado, existente desde o século XIX e resistindo, em algumas regiões, até os dias de hoje, sendo o Maçambique de Osório um dos marcos mais visíveis dessa rede.

 

 Publicado pela Editora Sulina, o livro é uma versão modificada da tese de doutorado de Luciana Prass desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Música da UFRGS e que recebeu o Prêmio Funarte de Produção Crítica em Música 2012. Mais dados sobre o livro podem ser encontrados no blog http://macambiquesquicumbisensaiosdepromessa.wordpress.com/

 


Divulgação: José Carlos de Azevedo – Secretaria de Comunicação do IA/UFRGS, fone 33084318, e-mail iaeven@ufrgs.br ou zecazevedo@hotmail.com. Visite o site do IA/UFRGS: www.artes.ufrgs.br. Siga o IA/UFRGS no Twitter: https://twitter.com/IA_UFRGS 
Veja também