Início > Notícias > 23 de maio é Dia Nacional de Luta com Paralisação
23 de maio é Dia Nacional de Luta com Paralisação

Sob a bandeira de nenhum direito a menos e por mais conquistas para os trabalhadores, amplos setores dos movimentos unificam suas ações e convocam jornada de lutas para o dia 23 de maio. As Universidades Federais vão paralisar neste dia. Na Ufrgs, a manifestação inicia às 10h na Reitoria.

Sob a bandeira de nenhum direito a menos e por mais conquistas para os trabalhadores, amplos setores dos movimentos unificam suas ações e convocam jornada de lutas com manifestações públicas para o dia 23 de maio. As Universidades Federais vão paralisar neste dia. Na Ufrgs, a manifestação inicia às 10h na Reitoria.

O movimento retoma assim o caminho da unidade e da luta conjunta e começa a superar o esfacelamento e a divisão que marcou o período mais recente da luta social no Brasil. A Fasubra chama paralisação neste dia e se incorpora a esta ação, que é convocada pela CUT, Conlutas, Intersindical, MST, UNE, CMS, Assembléia Popular, UBES, Via Campesina, Marcha Mundial das Mulheres, Pastorais Sociais, Coname e ANPG.

Veja os eixos do Dia Nacional de Luta:

a) defesa da manutenção do veto do presidente Lula à Emenda 3 (e portanto em defesa de direitos como Carteira Assinada, 13º salário, férias e outros);

b) exigir a retirada do projeto de lei complementar PLP 01/2007 (que faz parte do PAC e pretende congelar o aumento dos gastos anuais do governo com a folha de pagamento do funcionalismo, limitando-o a apenas inflação mais 1,5%, pelos próximos 10 anos);

c) por uma Previdência Social Pública e Universal;

d) por mudanças na política econômica;

e) por reforma agrária e política agrícola;

f) em defesa e pela promoção da educação pública de qualidade.

Clique aqui e veja material da CUT convocando o Dia Nacional de Luta

Veja também