Início > Notícias > 860 velas marcam os dias de agonia do governo Yeda
860 velas marcam os dias de agonia do governo Yeda

O Fórum dos Servidores Públicos Estaduais do RS, em conjunto com os movimentos estudantil e social, saiu mais uma vez às ruas na noite desta quinta-feira (21). Desta vez, um protesto diferente foi realizado para pedir o impeachment da governadora Yeda Crusius. Cerca de 2,5 mil pessoas caminharam carregando 860 velas da sede do CPERS, no Centro de Porto Alegre, até o Palácio Piratini, na Praça da Matriz. Ao chegar no local, as velas foram colocadas em uma armação de madeira que estava no chão e formava a palavra “impeachment”


Fotos Kátia Marko

O Fórum dos Servidores Públicos Estaduais do RS, em conjunto com os movimentos estudantil e social, saiu mais uma vez às ruas na noite desta quinta-feira (21). Desta vez, um protesto diferente foi realizado para pedir o impeachment da governadora Yeda Crusius. Cerca de 2,5 mil pessoas caminharam carregando 860 velas da sede do CPERS, no Centro de Porto Alegre, até o Palácio Piratini, na Praça da Matriz. Ao chegar no local, as velas foram colocadas em uma armação de madeira que estava no chão e formava a palavra "impeachment".

Na caminhada, foram usadas 860 velas para marcar os dias do governo de Yeda Crusius. A presidente do CPERS, Rejane de Oliveira, afirma que foram dias de agonia e que não há mais condições de Yeda governar depois das denúncias de corrupção. Em pelo menos mais cinco cidades do Interior também foram organizadas passeatas luminosas.

"Chegamos na Praça da Matriz pedindo o impeachment da governadora e o afastamento imediato. O povo gaúcho é honrado e trabalhador, não pode ter como sua governadora alguém que está sob suspeita", diz.

A próxima manifestação do Fórum dos Servidores Públicos Estaduais (FSPE) será na quarta-feira, dia 27, em Santa Maria (RS). De manhã, os servidores pretendem visitar sindicatos, escolas e repartições públicas. À tarde, realizam um protesto em frente ao Ministério Público Federal (MPF) para exigir que o órgão divulgue as gravações que provariam as denúncias de caixa dois na campanha eleitoral e demais irregularidades envolvendo a governadora Yeda Crusius. O MPF de Santa Maria investiga o desvio de pelo menos R$ 44 mi no Departamento Estadual de Trânsito (Detran), em que estariam envolvidos ex-secretários e partidários de Yeda.

As entidades que compõem o FSPE são: Sindicaixa, Ugeirm/Sindicato, Sindsepe, Simpe,Sindiágua, Semapi, Sindet, Sindjus/RS, CPERS/Sindicato e Federação dos Bancários/RS.

Fonte Semapirs

Veja também