Início > Notícias > A Comissão Nacional de Carreira está predisposta a aprovar os recursos de enquadramento da UFRGS
A Comissão Nacional de Carreira está predisposta a aprovar os recursos de enquadramento da UFRGS

A Comissão Nacional de Carreira está predisposta a aprovar os recursos de enquadramento da UFRGS, segundo relatório do coordenador adjunto da CIS e membro da CNS, Silvio Corrêa. Conforme os debates da CNS, esta predisposição está embasada na na autonomia que as áreas de gestão de pessoas ou RH’s têm para reconhecer a capacitação, principalmente [...]

A Comissão Nacional de Carreira está predisposta a aprovar os recursos de enquadramento da UFRGS, segundo relatório do coordenador adjunto da CIS e membro da CNS, Silvio Corrêa. Conforme os debates da CNS, esta predisposição está embasada na na autonomia que as áreas de gestão de pessoas ou RH’s têm para reconhecer a capacitação, principalmente a luz da compreensão das definições de gestão por competência e capacitação introduzidas pelo Decreto 5707/2006.

A reunião foi realizada nos dias 23, 24 e 25 de feverieiro em Brasilia. Nos dias 23 e 24 foram destinados aos trabalhos dos grupos, Enquadramento, Racionalização e Regulamentação e no dia 25 ocorreu a reunião da CNS.

Para continuar a discussão ficou pré-agendada reunião dos GT’s e da CNS para os dias 24, 25 e 26 de março.

No encontro foram acertados os seguintes encaminhamentos:
1) o MEC aceita discutir o Reposicionamento dos Aposentados e Pensionistas e dimensionar a repercussão financeira para encaminhar ao Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG);

2) Os Porteiros, apontadores, ascensoristas, recepcionistas, contínuos e operadores de máquinas copiadoras, a FASUBRA ainda não alterou a proposta de racionalização;

3) Aprofundamento da discussão sobre o aproveitamento de segundo curso de educação formal para capacitação, com o aproveitamento das disciplinas e não do diploma de educação formal;

4) Modificação do texto do anexo III, de “aperfeiçoamento ou curso de capacitação superior a 180 horas” para “aperfeiçoamento, especialização ou curso de capacitação igual ou superior a 180 horas”.

5) Proposta de alteração do anexo IV para:

6) Recursos de Enquadramento da UFRGS, há uma disposição de aprovar, sob a ótica de que as áreas de gestão de pessoas ou RH’s, tem autonomia para reconhecer capacitação, principalmente a luz da compreensão das definições de gestão por competência e capacitação introduzidas pelo Decreto 5707/2006.

Mais informações no ID da Fasubra

Veja também