Início > Notícias > A ONG Observatório das Multinacionais solta lista suja das dez piores empresas em 2008
A ONG Observatório das Multinacionais solta lista suja das dez piores empresas em 2008

A empresa transnacional do ramo alimentício Cargill lucrou mais de um US$ 1 bilhão – o equivalente a R$ 2,3 bilhões – apenas no segundo quadrimestre de 2008. O dado consta na lista das dez piores transnacionais de 2008. O documento foi elaborado pela a Organização Não-Governamental (ONG) Observatório das Multinacionais. Segundo a ONG, os [...]

A empresa transnacional do ramo alimentício Cargill lucrou mais de um US$ 1 bilhão – o equivalente a R$ 2,3 bilhões – apenas no segundo quadrimestre de 2008. O dado consta na lista das dez piores transnacionais de 2008. O documento foi elaborado pela a Organização Não-Governamental (ONG) Observatório das Multinacionais.

Segundo a ONG, os ganhos da Cargill aumentaram devido à crise nos preços dos alimentos. Iniciada em 2007, a crise fez com que os países mais pobres ficassem dependentes das grandes empresas do setor de alimentos. Na lista da Organização estão as empresas: AIG, Cargill, Chevron, Constellation Energy, CNPC, Dole, General Eletric, Imparial Sugar, Philip Morris International, Roche.

A AIG foi eleita como uma das responsáveis pela crise financeira internacional. Ela sozinha arrecadou mais de US$ 150 bilhões em ajudas pagas com dinheiro de contribuintes.

O caso da empresa Chevron também é citado pelo Observatório. Em 2001, a empresa comprou a Texaco – porém não responde pelas violações de direitos dos indígenas equatorianos causadas pela empresa comprada. Atualmente, o caso está sendo julgado no Equador. Se condenada a Chevron vai pagar mais de US$ 7 bilhões em indenizações.

Fonte: Juliano Domingues/Radioagência NP

Veja também