Início > Notícias > Alunos ocupam Reitoria da UFCSPA, contra retrocessos no ambiente acadêmico
Alunos ocupam Reitoria da UFCSPA, contra retrocessos no ambiente acadêmico

Estudantes também se mostram contrários ao avanço da PEC 241.

Na tarde desta quinta-feira estudantes da UFCSPA ocuparam a Reitoria da Universidade. O Movimento é contra os retrocessos na área da educação apontados pela PEC 241, que deve ser votada em segundo turno no próximo dia 24 de outubro em Brasília.

O Movimento também luta contra retrocessos internos. A reitoria da UFCSPA tem atuado silenciosamente para reduzir o Espaço de Convivência conquistado através das lutas estudantis de 2010, após apenas dois anos de utilização. O espaço que já contava com estrutura precarizada, como ausência de encanamentos, atualmente já não dá conta da população de estudantes, técnicos-administrativos e terceirizados que o utilizam para tentar contornar a ausência de estruturas fundamentais em uma universidade federal, como o restaurante universitário. Adjacente ao espaço de convivência estão dois pequenos depósitos, também insuficientes para os diversos materiais necessários para o desenvolvimento das atividades das Atléticas Desportivas, e uma sala de reuniões com armários para armazenamento dos materiais dos diversos centros acadêmicos que estão organizados na UFCSPA.

A alteração na configuração espacial do Espaço de Convivência e dos espaços organizativos estudantis disponíveis para quase dois mil estudantes e sua subsequente redução de área surge para a criação de uma rampa de estacionamento e o aumento de uma dúzia de vagas de carro para professores. Afirmamos que a redução dos espaços citados fere os valores institucionais acordadas pela própria reitoria em Consun, como Responsabilidade Social e Ambiental, Valorização das Pessoas, Credibilidade enquanto Instituição e Transparência nas Ações.

A criação de novos cursos e o aumento previsto da população universitária na UFCSPA são alguns dos argumentos que demonstram que a redução do Espaço de Convivência e dos espaços organizativos estudantis, que já se mostram insuficientes para a atual demanda, é uma ação que vai na contramão das necessidades da Comunidade Acadêmica. É necessário, na realidade, um aumento desses espaços para possibilitar a integração dos diversos cursos presentes da universidade que, apesar de apresentar muitos elementos comuns em seus currículos, estão segregados por uma grade curricular inflexível, assim como propiciar a auto-organização dos estudantes nas dimensões culturais, científicas e sociais.

O movimento estudantil da UFCSPA convoca a comunidade acadêmica para lutar contra a redução do espaço de convivência e dos espaços organizativos estudantis! Direitos não se negociam!”

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também