Início > Notícias > Aposentados da UFCSPA começam mobilização pelo reenquadramento e continua a luta na Ufrgs
Aposentados da UFCSPA começam mobilização pelo reenquadramento e continua a luta na Ufrgs

Na quarta-feira (19/8) os aposentados da UFCSPA iniciaram a mobilização para conquistar o reenquadramento no Conselho Universitário daquela instituição, na reunião do auditório da Assufrgs.O coordenador da Assufrgs, Silvio Corrêa, fez um relato sobre o processo de implantação do PCCTAE em 2005, que resultou no enquadramento dos aposentados num nível abaixo do que eles estavam [...]

Na quarta-feira (19/8) os aposentados da UFCSPA iniciaram a mobilização para conquistar o reenquadramento no Conselho Universitário daquela instituição, na reunião do auditório da Assufrgs.
O coordenador da Assufrgs, Silvio Corrêa, fez um relato sobre o processo de implantação do PCCTAE em 2005, que resultou no enquadramento dos aposentados num nível abaixo do que eles estavam no PUCRCE e os aposentados esclareceream suas dúvidas.
Para iniciar a mobilização eles pretende convocar uma reunião na quinta-feira (dia 27/8) às 14h com a representação discente e dos técnicos no Consun da Universidade.

Aposentados continuam mobilização na Ufrgs
Em três semanas os aposentados da UFRGS já visitaram quase todos os diretores de cursos que fazem parte do Conselho. Faltam ainda os diretores da Letras, Medicina, Esef, Geociências, ICTA e Arquitetura. O pedido para o reenquadramento já foi protocolado no Consun e agora é aguardar o dia em que entra na pauta. Mas enquanto isto não acontece, os aposentados continuam conversando com os membros do Consun para solicitar o apoio no processo de reenquadramento.

Visitas desta semana
Na quarta-feira (19/8) uma comissão conversou com o professor Luiz Fernando Kruel, presidente da Câmara de Pesquisa, que demonstrou-se sensível a demanda dos aposentados. Assim como Luciene Simôes, presidente da Câmara de Graduação e membro da Comissão de Legislação e Regimento (CLR), que avaliou que foi uma injustiça o que fizeram com os aposentados.

Ela relatou que a CLR já está estudando este assunto. Seu uníco receio é em relação aos aspectos legais, que ela teme que possa ser aprovado pelo Consun e depois cassado, em prejuízo aos aposentados. Dante Augusto Barone, presidente da Câmara de Extensão manifestou interesse pela questão e sugeriu que se fizesse uma análise do impacto financeiro que ocorreria a partir da aprovação da demanda.

Visitas da semana anterior

Os aposentados visitaram mais duas unidades a Faculdade de Economia e a Escola de Engenharia e o representante dos técnico-administrativo no Consun. Bruno Cassel Neto foi muito acessível e conhecia bem o assunto. Sempre se atendo a questão da legislação disse que com certeza é justo o que os aposentados estão pedindo.

O diretor da Economia, Hélio Henkin, disse que vai fazer uma boa análise dos documentos que compõe o dossiê e irá conversar com outros colegas para ver o que pode ser feito para deixar os aposentados em boa situação.


A diretora da Engenharia, Denise Dal Molin foi muito solidária com a situação dos aposentados e também questionou a retirada de direitos dando apoio ao movimento.
Até a votação do reenquadramento no Consun os aposentados pretendem conversar com todos os membros do Conselho e explicar as perdas que tiveram na implantação do PCCTAE.

Veja também