Início > Notícias > Assembleia aprova o Indicativo de Greve a partir do dia 28/mar
Assembleia aprova o Indicativo de Greve a partir do dia 28/mar

  Com quase 300 servidores presentes, a Assufrgs organizou a maior assembleia dos últimos anos. A indignação com a perspectiva de nenhum aumento salarial em 2011 e talvez 2012, fez com que a categoria atendesse a convocação para a assembleia dessa terça-feira (15), lotando a frente da Reitoria. A partir das diversas reuniões ocorridas nas [...]

 

Com quase 300 servidores presentes, a Assufrgs organizou a maior assembleia dos últimos anos. A indignação com a perspectiva de nenhum aumento salarial em 2011 e talvez 2012, fez com que a categoria atendesse a convocação para a assembleia dessa terça-feira (15), lotando a frente da Reitoria. A partir das diversas reuniões ocorridas nas unidades, a coordenação da Assufrgs dialogou com os servidores, alertando sobre a falta de perspectivas salariais e da gravidade da MP 520 (que desvincula os HU´s das universidades) e dos PL´s nº 248 (demissão por insuficiência de desempenho), nº 549 (congelamento dos salários por 10 anos) e Fundos de Pensão.

Por volta das 06:00 h da manhã, coordenadores e servidores ativos e aposentados começaram a concentração, organizando a infraestrutura e o fechamento das entradas da Reitoria. As 08h, os servidores que chegavam encontraram a Reitoria fechada e podiam contar com o café da manhã para fortalecer a luta.

A assembleia foi iniciada às 09:30 com quase 300 servidores assinando a lista de presença. Os coordenadores gerais Bernadete Menezes, Sílvio Corrêa e José Luís Rockenbach, o Neco, abriram a assembleia apresentando os pontos de pauta: Campanha Salarial 2011, Contra a MP 520 e o Indicativo de Greve a partir do dia 28 de março.

Representantes do Sindisprev, DCE, UJC, Intersindical e Conlutas expressaram o seu apoio a nossa mobilização. A Drª Valnez Bitencourt fez ainda um informe sobre os diversos processos que tramitam na justiça e de interesse dos servidores.

Após a assembleia começou o debate sobre o Indicativo de Greve. Diversos servidores argumentaram em suas falas, as questões pertinentes a campanha salarial e a gravidade da MP 520. As diversas intervenções polarizaram duas propostas quanto ao Indicativo de Greve. A primeira argumentava a necessidade de maior participação da categoria, propondo um calendário de mobilização e não o Indicativo de Greve.

A segunda proposta, defendia a necessidade de aprovação do Indicativo de Greve, evidenciando a mobilização e indignação da categoria pelo grande número de servidores presentes na assembleia.

Após as intervenções e argumentações os coordenadores procederam a votação das duas propostas. A assembleia por ampla maioria de votos deliberou pela aprovação do Indicativo de Greve a partir do dia 28 de março.

Ao fim, a assembleia aprovou a proposta de exigir da Fasubra a apresentação de um índice de reajuste a ser reivindicado na Campanha Salarial 2011. A assembleia elegeu ainda os delegados, apresentados em chapa única de consenso entre as forças que compõem a coordenação, que defenderão a proposta da categoria de aprovação do Indicativo de Greve a partir do dia 28 de março, na próxima plenária da Fasubra no dia 26 em Brasília.

Depois do final da assembleia, foi servido um carreteirão no almoço fortalecendo a mobilização dos lutadores e o fechamento da Reitoria.

Após as mulheres reuniram-se para discutir a organização da Marcha das Mulheres no Brique da Redenção, no próximo dia 20 de março, domingo.

A atividade teve a cobertura da TV UFRGS.

Vejam mais fotos na nossa galeria: http://www.assufrgs.com.br/site2006/site_novo/?inc=galeria_mostra&galeria_id=353

Postado por Fabiano Rosa – Coordenador de Imprensa

Fotos: João Batista e Fabiano Rosa

Veja também