Início > Notícias > Assembléia de Sócios aprova suspensão do pagamento à CUT
Assembléia de Sócios aprova suspensão do pagamento à CUT

Com uma pauta bastante extensa, a Assembléia de Sócios desta quarta-feira, dia 19, durou mais de três horas. O ponto mais polêmico foi a suspensão do pagamento à CUT, decisão tomada pela Coordenação da Assufrgs em dezembro de 2007. Após 14 manifestações, contra e a favor, os presentes decidiram por 68 votos a 26, com 4 abstenções, aprovar a deliberação da Coordenação.

Clique aqui e veja as fotos da Assembléia

Com uma pauta bastante extensa, a Assembléia de Sócios desta quarta-feira, dia 19, durou mais de três horas. O ponto mais polêmico foi a suspensão do pagamento à CUT, decisão tomada pela Coordenação da Assufrgs em dezembro de 2007. Após 14 manifestações, contra e a favor (as posições da maioria dos oradores podem ser conferidas no site da Assufrgs, no espaço destinado ao debate “O Pensamento não tem Fronteiras”), os presentes decidiram por 68 votos a 26, com 4 abstenções, aprovar a deliberação da Coordenação.

Além de continuar com a suspensão do pagamento, a decisão também indica que o dinheiro será depositado em conta separada das despesas normais, como já vem sendo feito, abrir o debate no Conassufrgs sobre a reorganização do movimento sindical e suas diversas alternativas, com a definição de datas para a realização de um Plebiscito para que a base se posicione sobre a desfiliação à CUT. E, também, que a Assufrgs participe de todas as iniciativas que defendam os trabalhadores contra a retirada de direitos e pela ampliação das conquistas.

No início da Assembléia, a vice-presidente da CUT/RS, Rejane Oliveira, se posicionou sobre o debate, exemplificando como se deu essa discussão no Cpers-Sindicato, onde também é diretora. Ela destacou a importância da unidade para a categoria continuar a construir vitórias.

Presidente do DCE/Ufrgs, Rodolfo convidou os servidores a participar de manifestação na manhã do dia 28 de março, data histórica lembrada pelo movimento estudantil em todo o país. Neste dia, em 1968, o estudante Edson Luís foi morto pela ditadura militar no Rio de Janeiro. Rodolfo também ressaltou que o Congresso da Assufrgs será um importante momento e que as entidades estão construindo um Encontro Universitário para pensar ações unitárias em questões fundamentais, como por exemplo, a democracia interna na Universidade.

Veja as demais deliberações da Assembléia:

1) Conassufrgs
A Assembléia aprovou o regimento interno e a comissão organizadora do congresso. Durante a leitura do regimento, foram feitos alguns destaques. O ponto com maior divergência foi quanto à data do encontro. Duas propostas foram à votação: 15 a 17 de maio ou em junho, com o argumento de dar mais tempo ao debate e produção de teses. A Assembléia decidiu manter a data de 15 a 17 de maio, proposta pela comissão organizadora. Também foi referendada a comissão e indicado mais um nome para compô-la. São eles: Neco, Bernadete, Sílvio, Fabiano, Lurdinha (coordenadores da Assufrgs), Fátima, Levi, Marisane, Narinha, Roberto e Feltrin. A próxima reunião da comissão será nesta quinta-feira, dia 20, às 17h, na Assufrgs, para elaborar o Edital do Conassufrgs. Veja em breve todas as informações no site da Assufrgs.

2) Eleição do Conselho de Delegados e Conselho Fiscal:
A eleição será entre os dias 5 e 9 de maio nas Unidades e no dia 12 de maio para os aposentados, na Assufrgs. Foi referendada a comissão eleitoral: Neco, Bernadete, Joana (coordenadores da Assufrgs), Zé Delacir e Rosane.

3) Prestação de contas do Ano de 2006
O Conselho Fiscal apresentou seu Parecer sobre o Balanço Fiscal de 2006, que foi aprovado com 3 abstenções.

4) Alienação dos veículos da Assufrgs
Foi aprovada a troca dos veículos da Assufrgs (Gol, Parati e Kombi). A decisão de como se dará a venda e compra dos novos veículos será tomada no Conselho de Delegados.

5) Alienação do terreno em Eldorado do Sul
Foi aprovada a venda do terreno, doado por um antigo funcionário da Ufrgs para a então Absurgs.

6) Orçamento de infra-estrutura para subsede Campus do Vale
Este ponto foi retirado pela coordenação da mesa, pois a Assufrgs ainda está debatendo uma solução com o reitor da Ufrgs. Uma nova reunião com o reitor deve acontecer na próxima semana. Já foi cogitada a proposta de a Universidade disponibilizar um espaço já construído.

7) Orçamento de infra-estrutura para Colônia Garopaba
As obras de infra-estrutura são uma exigência da Prefeitura de Garopaba para a colônia poder continuar funcionando. O projeto já foi aprovado pelo Corpo de Bombeiros. A coordenação de Finanças apresentou os três orçamentos feitos: empresa de Florianópolis – R$ 34 mil; empresa de Porto Alegre – R$ 27 mil; empresa de Tubarão – R$ 24 mil. Este último orçamento foi aprovado por unanimidade.

8) Assuntos gerais
a)
A servidora Antonieta Xavier falou sobre sua preocupação com as viagens organizadas pelas Coordenações de Aposentados e de Esporte, Cultura e Lazer. Segundo ela, é importante que tenhamos lazer, mas temos que ter muito controle financeiro, pois o Conselho Fiscal vem ressaltando nos seus pareceres de balanços o aperto financeiro da entidade. O correto seria realizar as viagens através de uma agência de turismo. Viagens como a Montevidéo em abril, logo em seguida Termas, Buenos Aires, Nordestão e Chile são valores altos, e na maioria das vezes as despesas de viagens são pagas antecipadamente, e depois que é descontado parcelado dos sócios no convênio. Foi lembrado também por Fátima (Creche) que no ano passado não foi aprovado pela Coordenação viagem para o Chile devido ao valor ser muito alto. Foram feitas algumas sugestões para viabilizar as excursões, como a  contratação de uma empresa de turismo ou uma poupança. Os Coordenadores de Finanças disseram que estão acompanhando toda a questão financeira das atividades para não trazer prejuízos à entidade.

b) Foi informado que o coordenador de Saúde esteve na reunião da comissão institucional de Saúde na tarde desta quarta-feira e que esta decidiu que o edital do Plano de Saúde vai sair nos moldes de planos diferenciados (A, B, C e Plus). A Assufrgs vai defender um único Plano para todos, com descontos proporcionais ao salário. Os presentes foram convidados a participar do GT Saúde, que está se reunindo segundas-feiras, às 11h, na Assufrgs, para fazer este e outros debates importantes para a categoria.

Veja também