Início > Notícias > Assembléia debate Plano de Carreira e o processo eleitoral da Assufrgs
Assembléia debate Plano de Carreira e o processo eleitoral da Assufrgs

Clique aqui e veja mais fotos A Assembléia Geral realizada pela Assufrgs, na segunda-feira (14/9) contou com a presença de mais de 70 pessoas para debater Plano de Saúde, eleição de delegados para o GT Carreira da Fasubra e iniciar o processo de eleição da Assufrgs, que será no final do ano. Sobre o plano [...]

Clique aqui e veja mais fotos

A Assembléia Geral realizada pela Assufrgs, na segunda-feira (14/9) contou com a presença de mais de 70 pessoas para debater Plano de Saúde, eleição de delegados para o GT Carreira da Fasubra e iniciar o processo de eleição da Assufrgs, que será no final do ano.

Sobre o plano de saúde foi feito o relato da reunião com a vice-pro-reitora da Progesp e o encontro com o Reitor e as entidades, no final da tarde.
O ponto mais debatido foi o GT Carreira, que será nos dias 19 e 20 de setembro. A membro da CIS, Alice Belmonte relatou que nos dias 5 e 6 de setembro participou do encontro das CIS em Brasília e depois foram para a reunião preparatória do GT carreira. “Não teve nenhuma discussão no GT e passamos o tempo todo pesquisando sobre carreiras de outras categorias”, relatou Alice.

Para este encontro preparatório foram 109 pessoas de todas as universidades do país. No retorno, Alice comunicou a coordenação da Assufrgs que encaminhou uma nota para a Fasubra manifestando sua contrariedade por não ter sido aproveitado uma ocasião com tantas pessoas para fazer um debate qualificado sobre o tema.

Na avaliação da coordenação da Assufrgs outros temas importantes estão passando batido pela direção da Federação como a nota técnica do MEC que reconhece os pesos de 70% para os docentes, 15% para os técnico-administrativos e 15% para os alunos nos processo de eleições para Reitor. “Isto é um retrocesso e não teve nenhuma manifestação da entidade”, argumentou Bernadete Menezes.

Francisco (Chiquinho) lembrou que a luta dos aposentados pelo reenquadramento também demorou uns três anos para que a Fasubra assumisse e só agora irá fazer uma campanha nacional. O papel dos delegados eleitos pela Assufrgs é lutar para garantir que tenha o debate e sejam feitas discussões conjunturais e estratégicas, retomando a discussão sobre carreira, tendo em vista que existe um conjunto de problemas a serem resolvidos.

Após um debate caloroso sobre Carreira a chapa composta por Bernadete Menezes, Silvio Corrêa, Fabiano Porto e Roberto fez 55 votos e elegeu três representantes, enquanto a chapa do Jose Luis Rockenback (Neco) e Orêncio Arami fez 18 votos e elegeu um delegado.

Eleições da Assufrgs
Sobre as eleições da Assufrgs a assembleia delegou ao conselho de delegados que organiza a comissão eleitoral e na próxima assembléia seja ratificada.

Veja também