Início > Notícias > Assembléia decide encerrar greve vitoriosa
Assembléia decide encerrar greve vitoriosa

Assembléia decide pela volta ao trabalho nessa quarta a tarde, encerrando uma greve que demonstrou a capacidade de luta da nossa categoria. Os Servidores Técnicos Administrativos em Educação das IFES tiveram, após mais de três meses de greve, uma grande vitória.

Assembléia decide pela volta ao trabalho nessa quarta a tarde, encerrando uma greve que demonstrou a capacidade de luta da nossa categoria. Os Servidores Técnicos Administrativos em Educação das IFES tiveram, após mais de três meses de greve, uma grande vitória.

Essa vitória foi conseguida apesar da conjuntura desfavorável. O governo cada vez mais assume os postulados neoliberais. Esse governo que defende cada vez menos Estado, menos direitos para os trabalhadores (mudança na CLT, arrocho salarial para os servidores públicos) e menos democracia, como atesta a proposta de lei anti-greve.

A maior conquista não foram os ganhos salariais, que variaram de 25,48% a 82,72% até 2010, mas o da reconstrução da unidade e da certeza de que é preciso lutar. Um grande ensinamento para todos. Queremos que isso seja compreendido pelos que, por hora, não aderiram ao movimento de greve e, principalmente, pelos poucos que apostaram em saídas individuais para resolver o problema de sua classe, rifando os demais servidores.

Não esmorecemos, a luta continua. Não conseguiram quebrar a lógica da nossa Carreira conquistada há quatro anos. Não conseguiram separar ativos e aposentados. Por fim, não conseguiram dividir os trabalhadores Técnicos Administrativos em Educação, representados pela Assufrgs e pela Fasubra.

Continuar a luta

Agora é prosseguir na luta. Lutar contra o PLP01, contra as Fundações de Direito Privado, contra a nova Reforma da Previdência, contra a restrição ao direito de greve. Lutar a favor da expansão da universidade pública e gratuita, da negociação coletiva com data-base e política salarial, por um plano de saúde acessível a todos os Técnicos Administrativos em Educação, por uma avaliação de desempenho democrática centrada no coletivo e pela ampliação dos direitos. Mas, principalmente, prosseguir na luta pelo fortalecimento de nossa organização combativa, unitária e de luta: A Assufrgs e a Fasubra.

Assembléia marca II Conassufrgs para o 1º semestre de 2008

A Assembléia desta terça-feira (4), além de deliberar pela aceitação do Acordo de Greve e o fim da mesma, também tomou outras deliberações. Uma das principais decisões foi a que diz respeito ao II Conassufrgs. O Congresso da Assufrgs que estava marcado para junho deste ano, foi adiado devido à deflagração da greve da categoria. Com o fim da greve, a assembléia decidiu indicar a sua realização para o 1º semestre do próximo ano.

Também foi deliberada a prorrogação do mandato do Conselho de Delegados da Assufrgs. Para que a eleição do próximo Conselho coincida com a data de escolha dos delegados ao II Conassufrgs, a assembléia estendeu o mandato dos atuais delegados até o 1º semestre do próximo ano.

Na assembléia também foi discutido o Plano de Saúde dos Servidores Técnicos Administrativos em Educação. Foi feita uma apresentação de uma das empresas de autogestão interessadas em fazer um convênio com a UFRGS e foram tiradas várias dúvidas dos servidores presentes à assembléia.

Ao final da assembléia os servidores foram até à reitoria para comunicar ao vice-reitor a decisão da assembléia, de volta ao trabalho a partir da quarta-feira (5), na parte da tarde. Os servidores foram recebidos pelo vice-reitor, que elogiou a condução do movimento na UFRGS. O vice-reitor também salientou que deseja manter o canal de diálogo com a Assufrgs e com o movimento dos servidores.

Veja também