Início > Notícias > Assembléia Geral desta segunda vota fundo de greve
Assembléia Geral desta segunda vota fundo de greve

Para seguir mostrando força – como nos atos que realizamos em conjunto com Santa Maria, Pelotas e Rio Grande – temos que investir. Gastos como camisetas, bonés, carro de som, ônibus, café da manhã, comando em Brasília, são necessários. Inclusive, para pressionar as negociações com o governo, a Fasubra está propondo uma caravana a Brasília, portanto, mais gastos.

Nosso movimento está forte, está unido e organizado. Por este motivo já somos 43 universidades em greve em todo o país. Já aconteceram várias reuniões de negociação e as próximas semanas serão decisivas, pois teremos uma reunião técnica e mais uma negociação na quinta.

Para seguir mostrando força – como nos atos que realizamos em conjunto com Santa Maria, Pelotas e Rio Grande – temos que investir. Gastos como camisetas, bonés, carro de som, ônibus, café da manhã, comando em Brasília, são necessários. Inclusive, para pressionar as negociações com o governo, a Fasubra está propondo uma caravana a Brasília, portanto, mais gastos.

Portanto, para fortalecer nosso movimento, nossa última assembléia votou uma semana de debates sobre uma chamada extra para o Fundo de Greve da Ufrgs. Dentro deste prazo os colegas que estão em greve passarão nas unidades discutindo com os colegas que por acaso ainda não aderiram ao nosso movimento, esclarecendo a necessidade de ajudar nossa greve a ter fôlego. Apesar de não ser obrigatório, a proposta será descontar de todos(as) os (as) colegas, mais 1% destinado aos gastos com a greve. Caso algum colega tenha alguma dúvida sobre esta contribuição, leve sua posição para a próxima assembléia no dia 25/6, às 9 horas na Faculdade de Direito. Lá, votaremos a proposta de desconto para o Fundo de Greve. Se mesmo depois de todo este processo de discussão o colega persistir com dúvidas, terá uma comissão na Assufrgs para conversar com o mesmo.

Entendemos que o mínimo que podemos fazer pelo movimento é sustentá-lo. É muito fácil conquistar direitos sem mover uma palha. Muitos colegas estão se dedicando nesta luta, entendendo que ela é de todos. Muitos têm trabalhado mais do que em período normal de trabalho. Muitas vezes já é noite e ainda não saímos da sede da Assufrgs. Fazemos caminhadas, enfrentamos a polícia, não temos fim de semana, passamos horas dentro de um ônibus e muitas vezes temos que ouvir desaforos da população e até de colegas mal informados.

Venha para a Assembléia e fortaleça nosso sindicato! Só unidos somos fortes!

Relatório de despesas de greve até 13/6/2007  

Passagens Aéreas/terrestre/gasolina 6.218,48
Sonorização 4.500,00
Material Divulgação informativo/camisetas/fotos 3.796,50
Locação Auditório 300,00
Diarias 2.900,00
Alimentação 1.056,09
Hospedagem/taxi 2.580,00
TOTAL 21.351,07

Veja também