Início > Notícias > Assufrgs divulga moção pela reintegração de servidor do Hospital de Clínicas da UFPR
Assufrgs divulga moção pela reintegração de servidor do Hospital de Clínicas da UFPR

Exigimos imediata reintegração do servidor Bernardo Pilotto na Central de Agendamento do Hospital de Clínicas da UFPR. Não aceitamos qualquer tipo de perseguição e ataque a liberdade de organização e atuação sindical. Entendemos este ataque dentro de um contexto mais amplo de criminalização do movimento social.

Exigimos imediata reintegração do servidor Bernardo Pilotto na Central de Agendamento do Hospital de Clínicas da UFPR. Não aceitamos qualquer tipo de perseguição e ataque a liberdade de organização e atuação sindical. Sabemos que também que este afastamento significa uma tentativa de amedrontar o Sinditest-PR, por conta do trabalho que vem fazendo em defesa da saúde pública e do projeto histórico do SUS, sempre em conjunto com o FOPS – Fórum Popular de Saúde.

Entendemos este ataque dentro de um contexto mais amplo de criminalização do movimento social, onde metroviários são demitidos em São Paulo, militantes do MST são assassinados em todo o Brasil (em especial no Paraná), estudantes são multados por conta de ocupações de Reitorias (inclusive na UFPR) ou pela luta do Passe-Livre, trabalhadores da FOSFERTIL são proibidos de entrarem em seus locais de trabalho, entre outros, além da nova lei de greve, que na prática proíbe as greves.

Não podemos nos calar diante deste ataque. Nossa resistência e nosso repúdio ajudam a impedir que os poderosos, ou aqueles que hoje ocupam cargos no poder, continuem seus ataques aos trabalhadores.

Por conta do exposto acima, reafirmamos a exigência de que o servidor Bernardo Pilotto seja reconduzido ao trabalho na Central de Agendamento do Hospital de Clínicas da UFPR e que cessem as retaliações contra as justas manifestações dos servidores, para que se reestabeleça as mínimas condições de diálogo e debate dentro da instituição.

ASSUFRGS

Veja também