Início > Notícias > Campanha da ASSUFRGS pela PARIDADE JÁ obtém resultados positivos
Campanha da ASSUFRGS pela PARIDADE JÁ obtém resultados positivos

As eleições para diretores das unidades já começaram. A Assufrgs, através das reuniões nas Unidades, tem organizado os técnicos, para que conquistem apoio dos candidatos a 3 pontos: 1. Paridade nas eleição das unidades!2 . 30 horas para todos! 3 – Qualificação e capacitação para todos! A mobilização já começou, para garantir que os Conselhos [...]

As eleições para diretores das unidades já começaram. A Assufrgs, através das reuniões nas Unidades, tem organizado os técnicos, para que conquistem apoio dos candidatos a 3 pontos:

1. Paridade nas eleição das unidades!
2 . 30 horas para todos!

3 – Qualificação e capacitação para todos!

A mobilização já começou, para garantir que os Conselhos aprovem eleições Paritárias: os técnico-administrativos em educação devem ser respeitados em sua representação. As respostas têm sido muito positivas. Já foram aprovadas eleições paritárias para Diretor na ESEF e no Colégio Aplicação, derrotando o famigerado 70%15%15%. O ICBS avançou, no último dia 12, rumo à paridade (a eleição ocorrerá em outubro e terá peso de 40%40%20%). Na Farmácia, o percentual atual também é 40/40/20. Na FABICO a eleição é paritária.

A Assufrgs defende também que no Setor de Segurança e Prefeituras ocorram eleições, pois elas já ocorrem em todas as unidades acadêmicas e também no CPD e outras. Vamos aderir à campanha e fazer da UFRGS uma Universidade democrática, onde todos os setores possam escolher, com peso proporcionalmente igual, seus representantes, e não apenas um: afinal, a Universidade é construída por técnico- administrativos, estudantes e professores. Mobilize a sua Unidade e vamos em busca da Paridade , da Democracia.

 

Um comentário para "Campanha da ASSUFRGS pela PARIDADE JÁ obtém resultados positivos"

  1. Paulo Antoniolli setembro 28th, 2012 18:53 pm Responder

    Parabéns à Esef e ao Colégio de Aplicação!

    Mas por que no Icbs e na Farmácia ainda não é paritário? O “20” do 40/40/20 é prá quem? Imagino, apenas, para quem seja.
    Acho que não devemos pensar em desmerecer categoria nenhuma, seja pela expressão de seu número, seja pela dita “transitoriedade da sua permanência” na universidade. Quem pensa diferente é quem pensa em exclusão e desmerecimento. Está alijando. Está segregando.
    A propósito: o que dirão agora aqueles nossos colegas, alguns até pertencentes ao Consun e notórios aduladores de chefias, que são, e até votaram, a favor dos 70/15/15?

    Para que a coisa fique democrática mesmo, o certo é: PARIDADE NA REPRESENTAÇÃO DAS CATEGORIAS, EM TODOS OS CONSELHOS, COMISSÕES E DEMAIS SETORES DA UNIVERSIDADE, . . . ALIADA AO VOTO UNIVERSAL ! ! ! Não há como se eximir disso!

    Ademais, é bom lembrar o que foi deliberado após a greve desse ano e salientado na notícia acima.

    – Paridade nas eleições das unidades!
    – 30 horas para todos!
    – Qualificação e capacitação para todos!

    Deveríamos dormir sempre com esses três itens no nosso pensamento.

Deixe seu comentário

Veja também