Início > Notícias > Categoria discute no IFRS cortes orçamentários e demandas internas
Categoria discute no IFRS cortes orçamentários e demandas internas

O ciclo A ASSUFRGS e os desafios do IFRS na atualidade tem como objetivo construir debate e mapear as demandas específicas dos servidores no Instituto Federal.

A ASSUFGRGS está realizando ciclo de debates com o tema “A ASSUFRGS e os desafios do IFRS na atualidade“. Os encontros iniciaram no dia 17 de agosto e já passaram pelos campi de Canoas, Porto Alegre-Centro e Alvorada. A atividade também está programada para ocorrer no campus Rolante (06 de setembro, às 10h) e no campus Porto Alegre-Restinga (08 de setembro, às 13h30m).

Nos encontros já ocorridos (Canoas, Porto Alegre-Centro e Alvorada), foi resgatado o histórico da criação dos institutos federais e de sua função como conquista da sociedade. Outro tema abordado é a conjuntura atual de cortes orçamentários antes da conclusão da etapa de expansão, colocando em risco a educação pública superior de qualidade e gratuita, além da ampliação para atendimento da população em situação de vulnerabilidade social.

Os problemas internos referentes às relações de trabalho também foram pauta dos encontros. A diferenciação de tratamentos a servidores em alguns setores e problemas relacionados a férias foram comentados em um dos campus. A ASSUFRGS já está em contato com a direção da unidade para um reunião sobre as demandas. Também em um dos encontros foram levantadas demandas jurídicas, relacionadas com as progressões.

Histórico do IFRS

Os Institutos Federais foram criados em 2008, reunindo escolas técnicas vinculadas a universidades, os antigos “CEFETS”, escolas agrotécnicas além da criação de centenas de novas unidades, com o objetivo de promover a educação profissional, científica e tecnológica através da oferta de cursos de licenciatura, tecnólogos, técnicos e, especialmente, ensino médio integrado à educação profissional.

Os Institutos Federais surgiram com os diferenciais de serem idealizados para públicos historicamente excluídos dos processos educacionais e com princípios democráticos, prevendo em sua lei de criação a paridade tanto nos processos eleitorais quanto na ocupação dos colegiados.

Para além do debate acerca de situações locais de cada campus, os encontros foram um potente espaço de análise do modo da expansão dos Institutos Federais e principalmente, das grandes dificuldades que já estão surgindo, tais como infraestrutura e quadro de pessoal incompletos para garantir a oferta de uma educação de qualidade.

Calendário dos próximos encontros da ASSUFRGS no IFRS:

06/09 – IFRS Rolante - 10h

08/09 – IFRS Restinga-Porto Alegre - 13h30m 

 

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também