Início > Notícias > Comando de Greve Fasubra trata reposicionamento dos aposentados e pauta de greve com senador
Comando de Greve Fasubra trata reposicionamento dos aposentados e pauta de greve com senador

Representação do Comando Nacional solicitou ao senador Paulo Paim Audiência Pública no Senado para debater a greve da Fasubra. Também foi tema da reunião o reposicionamento dos aposentados.

Na manhã desta terça-feira, 16 de junho, a Coordenação de aposentados da Fasubra e uma representação do CNG participaram no senado de reunião/café, com o Senador Paulo Paim do PT/RS. Na ocasião foi tratado do PLS 53/2011, de autoria do próprio senador, que trata do reposicionamento dos aposentados. Também foi entregue documento esclarecendo os motivos que levaram a categoria a deflagrar greve por tempo indeterminado. Ainda foi solicitado ao senador Paim que faça um pronunciamento no senado em defesa dos servidores em greve e agendamento de uma audiência pública no senado.

Fonte: Jorge Torres

2 comentários para "Comando de Greve Fasubra trata reposicionamento dos aposentados e pauta de greve com senador"

  1. joao batista junho 17th, 2015 15:52 pm Responder

    APROVEITE A OPORTUNIDADE E PERGUNTE AO SENADOR COMO ESTÁ O PROJETO DA APOSENTADORIA POR TEMPO FICTO (INSALUBRIDADE). FAZ DOIS ANOS QUE ELE DISSE QUE IRIA APRESENTAR. OS SERVIDORES QUE JÁ PODERIAM ESTAR APOSENTADOS CONTINUAM TRABALHANDO ……????

  2. Jussára Barbieri junho 19th, 2015 16:07 pm Responder

    Colegas:
    Mais uma vez o mesmo discursos, três anos o projeto está engavetado na Comissão de Constituição e Justiça no Senado a espera de um relator. Que não é nunca nomeado. O Senador Paulo Paim lava as mãos, se manifesta dizendo que compete ao presidente da Comissão nomear o relator. Vejo um desinteresse do Senador Paim, pois ele devia batalhar por esta nomeação do relator eis que é uma promessa de campanha dele. Um gesto tão simples, mas é tudo política, este assunto aposentados só é comentado por ocasião das greves, não existe vontade dos dirigentes dos nossos “sindicatos” de solucionarem este problema de injustiça que já se arrasta desde 2004.
    Colegas, já estou cansada de bater em paredes que não tem portas , pois o único interesse é só política partidária.
    Jussára Barbieri

Deixe seu comentário

Veja também