Início > Notícias > Comissão de Educação quer discutir com o governo estadual punição aos grevistas
Comissão de Educação quer discutir com o governo estadual punição aos grevistas

A Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembléia Legislativa quer discutir com o governo Yeda Crusius o decreto que pune os servidores grevistas.

A Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembléia Legislativa quer discutir com o governo Yeda Crusius o decreto que pune os servidores grevistas. Os deputados também irão propor a criação de uma Comissão para tratar da efetividade dos professores, que encerraram a greve na sexta-feira (27) com o compromisso de recuperar os dias parados. A decisão foi tomada na reunião desta terça-feira (2).

A Proposta de Decreto Legislativo, que anula o corte da efetividade dos grevistas, acirrou os ânimos entre os deputados na reunião ordinária desta terça-feira. Enquanto a base governista apóia o decreto punitivo da governadora, o PT, PDT, PC do B e DEM defendem o Projeto de Decreto Legislativo. Com este instrumento, eles querem evitar prejuízos à vida profissional do magistério decorrentes do corte da efetividade, como licença prêmio, triênios e qüinqüênios.

A presidente da Comissão, deputada Marisa Formolo (PT), disse que o decreto da governadora é uma afronta à norma federal, que trata dos direitos de greve e de construção de acordos coletivos. E a deputada Stela Farias (PT) lembra que o próprio Supremo Tribunal Federal (STF) reconhece o direito de greve dos servidores públicos em todos os níveis.

Por Stella Maris Valenzuela.

Veja também