Início > Notícias > Como é o Fundo de Greve da Assufrgs
Como é o Fundo de Greve da Assufrgs

Clique e veja a história do Fundo de Greve, para que ele existe e a necessidade da Chamada Extra em tempos de Greve e Luta dos trabalhadores.

Fruto de discussões na categoria devido à série de greves de resistência à política neoliberal dos anos 90, período dos governos FHC, a Assufrgs decidiu implantar o fundo de greve permanente. Este é um percentual de 3% de toda a arrecadação da mensalidade dos sócios que é depositado em conta específica para este fim, isto é, ser utilizado em períodos de greve da categoria.

Nos anos de 1997 e 1998 ocorreram discussões nas Unidades, na Coordenação, no Conselho de Delegados e por fim, em Assembleia Geral, que deliberaram por criar o Fundo de Greve permanente. Assim, desde então, a Assufrgs possui este recurso para as lutas da categoria, com a definição de que os Comandos de Greve decidem sobre a aplicação dos valores em períodos de greve.

Outro recurso utilizado em momento de greve é a chamada extra. Ela ocorre quando a categoria delibera por autorizar o sindicato a descontar uma mensalidade extra do sócio (que é de 1% sobre os vencimentos) em períodos de luta e mobilização, como as greves. Estes valores devem ser utilizados de maneira integral para este fim e quando não há utilização de todo o recurso durante a mobilização, ao final deve ser destinado à conta do Fundo de Greve permanente.

Assim, a entidade garante que os recursos para as lutas da categoria tenham sempre destinação garantida, sem prejuízo das demais necessidades financeiras e investimentos do sindicato.

Clique aqui e leia as Atas do Fundo de Greve

3 comentários para "Como é o Fundo de Greve da Assufrgs"

  1. Marisane maio 7th, 2014 14:30 pm Responder

    Muito bom, parabéns a Coordenação pela transparência da gestão!

  2. Silvio Corrêa - CIS/UFRGS maio 7th, 2014 16:37 pm Responder

    Parabéns a coordenação da Assufrgs pela inciativa, apenas registro que na Ata da 52ª entre as folhas 7 e 8 deve estar faltando uma folha, pois a mesma carece de sequenciamento lógico e os pontos 6 e 13 da referida Ata,

  3. Eugenio, o Ogro, OFS maio 8th, 2014 01:36 am Responder

    Paz e bem!
    E agora que ficou evidente
    que a Coordena;’ao anterior
    solenemente passou por cima
    de decis’oes de instancias superiores?
    .
    V’ao passar a mao na cabeca
    de quem dilapidou o Fundo de Greve?

Deixe seu comentário

Veja também