Início > Notícias > Desempenho de não cotista e cotista na BA é semelhante
Desempenho de não cotista e cotista na BA é semelhante

A Universidade Federal da Bahia (UFBA) concluiu ontem um relatório de avaliação do desempenho dos alunos admitidos pelo sistema de cotas, dentro do seu Programa de Ação Afirmativa, e, segundo o reitor, o resultado é animador.

A Universidade Federal da Bahia (UFBA) concluiu ontem um relatório de avaliação do desempenho dos alunos admitidos pelo sistema de cotas, dentro do seu Programa de Ação Afirmativa, e, segundo o reitor, o resultado é animador. "Ficou claro que, uma vez admitidos nas universidades, o desempenho dos alunos provenientes de escolas públicas é pelo menos equivalente ao dos não cotistas", disse Naomar de Almeida Filho.

No conjunto de 57 cursos da UFBA, os cotistas tiveram médias iguais ou superiores às dos não cotistas em 32; e nos outros 25 tiveram notas inferiores. A análise considerou a média das notas dos alunos que ocuparam as 3 mil vagas oferecidas pela universidade no início de 2005 – das quais 45% eram destinadas a escolas públicas.

O reitor chamou a atenção para o bom desempenho dos cotistas nos 18 cursos mais disputados no vestibular. Em 11 deles, os egressos de escolas públicas tiveram rendimento igual ou melhor que o dos alunos de escolas particulares.

"Em Jornalismo, 100% dos cotistas obtiveram coeficiente de rendimento entre 5,1 e 10 nos dois semestres de 2005, ante 88,9% dos não cotistas", disse. "Em Medicina, o curso mais concorrido, a variação foi de 93,3% para os cotistas, ante 84,6% dos não cotistas."

Fonte: O Estado de S. Paulo

Veja também