Início > Notícias > Deu na Mídia (CP) Greve da Anvisa deve causar transtornos no Salgado Filho
Deu na Mídia (CP) Greve da Anvisa deve causar transtornos no Salgado Filho

Fonte: Correio do Povo Trabalhadores iniciam paralisação na segunda-feira em todo o País Os trabalhadores federais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entram em greve na segunda-feira, por tempo indeterminado, em todo o País. Cerca de 2,4 mil trabalhadores devem aderir à paralisação. Além de portos e fronteiras, os transtornos também devem ser sentidos [...]

Fonte: Correio do Povo

Trabalhadores iniciam paralisação na segunda-feira em todo o País

Os trabalhadores federais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entram em greve na segunda-feira, por tempo indeterminado, em todo o País. Cerca de 2,4 mil trabalhadores devem aderir à paralisação. Além de portos e fronteiras, os transtornos também devem ser sentidos em aeroportos. No Rio Grande do Sul, a fiscalização de mercadorias será afetada em locais como o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre.

 Os produtos importados não serão fiscalizados. O déficit de pessoal já represa em 10 dias a liberação de mercadorias. Com a greve, a demora na inspeção de produtos como medicamentos, alimentos, insumos para a saúde e diagnósticos para laboratórios poderá chegar a 30 dias.

 O atraso de aeronaves poderá ocorrer, em virtude do pente-fino através de operação padrão em voos internacionais. Nos voos domésticos, com menos intensidade, também será feita inspeção, podendo atrasar a saída de aeronaves. “Será montado um plantão mínimo para o viajante nos aeroportos para situações de emergência”, garantiu o fiscal sanitário Giulio Tartaro, integrante do comando de greve na região Sul.

 Haverá, no entanto, prejuízos na emissão do certificado internacional de febre amarela, entre outros. Os trabalhadores da Anvisa reivindicam plano de carreira específico, reabertura de postos fechados por falta de pessoal, reajuste salarial e concurso público.

 http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=443617

 

 

 

 

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também