Início > Notícias > Deu na mídia (CP) Servidores em greve ocupam reitoria da Ufrgs
Deu na mídia (CP) Servidores em greve ocupam reitoria da Ufrgs

Acampamento ocorrerá por 36 horas em 60 universidades do País Servidores em greve ocupam reitoria da Ufrgs Crédito: Tarsila Pereira Servidores em greve ocupam reitoria da Ufrgs Crédito: Tarsila Pereira  Cerca de 100 servidores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) ocuparam na manhã desta terça-feira a reitoria e devem permanecer no local [...]

Acampamento ocorrerá por 36 horas em 60 universidades do País

Servidores em greve ocupam reitoria da Ufrgs Crédito: Tarsila Pereira

Servidores em greve ocupam reitoria da Ufrgs

Crédito: Tarsila Pereira

 Cerca de 100 servidores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) ocuparam na manhã desta terça-feira a reitoria e devem permanecer no local até o final da tarde desta quarta-feira. O acampamento ocorre em 60 universidades do País, em meio à paralisação que já atinge mais de 50 institutos federais.

 A presidente da Associação dos Servidores da Ufrgs e da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Assufrgs), Bernardete Menezes, explica que o protesto foi motivado pelo possível corte de ponto dos grevistas, determinado pelo governo federal. Uma reunião está marcada para as 14h em Brasília entre o Ministério da Educação e reitores das universidades, para tratar da questão.

 Bernardete conta que a paralisação, iniciada no dia 11 de junho, tem adesão de cerca de 60% dos 2,6 mil trabalhadores da Ufrgs. Conforme ela, cerca de 80% dos servidores possui graduação e mestrado, mas isso não é valorizado. A categoria pede que seja implantado piso de três salários mínimos, já que hoje o salário básico é de R$ 1.034.

 Na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Centro do Estado, onde também ocorre a ocupação, representantes dos comandos locais de rreve de estudantes, docentes e técnicos-administrativos participaram de uma reunião com o reitor em exercício, professor Dalvan José Reinert, na qual foi entregue um documento com reivindicações. Ele, que já havia se dito contra o corte de ponto, manifestou apoio às pautas reivindicadas no documento.

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=442213

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também