Início > Notícias > Deu na mídia (JA) Eleição para reitoria da Furg acontece nesta quarta
Deu na mídia (JA) Eleição para reitoria da Furg acontece nesta quarta

Os novos nomes que serão indicados à Reitoria da Universidade Federal do Rio Grande (Furg), a partir de 2013, serão escolhidos na quarta-feira, 10 de outubro. Neste processo de escolha, duas chapas estão concorrendo. A chapa 1, “Diálogo”, é composta pelos professores doutores Adalto Bianchini (reitor), Attila Louzada Junior (vice-reitor) e Carlos Alberto Eiras Garcia [...]

Os novos nomes que serão indicados à Reitoria da Universidade Federal do Rio Grande (Furg), a partir de 2013, serão escolhidos na quarta-feira, 10 de outubro. Neste processo de escolha, duas chapas estão concorrendo. A chapa 1, “Diálogo”, é composta pelos professores doutores Adalto Bianchini (reitor), Attila Louzada Junior (vice-reitor) e Carlos Alberto Eiras Garcia (terceiro nome). A chapa 2, “Universidade com Vida… Que Inova e se Consolida”, é integrada pelos também professores doutores Cleuza Maria Sobral Dias (reitora), Danilo Giroldo (vice-reitor) e Marcos Antonio Satte de Amarante (terceiro nome). A apuração e divulgação do vencedor será feita na quinta-feira, 11.

As eleições começam bem cedo, a partir das 6h30min, no Hospital Universitário. Dez urnas, lacradas ontem às 17h, serão utilizadas na votação para reitor da Furg. Três delas estarão fora do Rio Grande, nos Campus de São Lourenço do Sul, Santo Antônio da Patrula e Santa Vitória do Palmar. Haverá uma volante e as demais distribuídas entre o Campus Carreiros e Campus Cidade. Estão aptos a participar da eleição 13 mil votantes, entre técnicos, professores e alunos. Segundo Valéria Bertotti, vice-presidente da Comissão Especial de Pesquisa para reitor e vice, serão disponibilizados três tipos de cédulas, sendo a branca para os técnicos, a azul para os docentes e a parda para os alunos. Esta última foi confeccionada com papel reciclado, exatamente por ter o maior número de votantes.

Encerrada o processo de eleitoral, o nome escolhido ainda deverá passar por aprovação do Ministério da Educação (MEC).

Jornal Agora

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também