Início > Notícias > Diretores de unidades reconhecem injustiça no reenquadramento dos aposentados
Diretores de unidades reconhecem injustiça no reenquadramento dos aposentados

Clique aqui e veja mais fotos Na reunião dos aposentados na segunda-feira (3/8) foi avaliado o andamento das visitas, esclarecidas as dúvidas e organizado um cronograma de visitas para esta semana. O coordenador da Assufrgs, Silvio Corrêa e a repreentante da CIS Angela esclareceram os aposentados sobre os problemas da aposentadoria e do reenquadramento De [...]

Clique aqui e veja mais fotos

Na reunião dos aposentados na segunda-feira (3/8) foi avaliado o andamento das visitas, esclarecidas as dúvidas e organizado um cronograma de visitas para esta semana. O coordenador da Assufrgs, Silvio Corrêa e a repreentante da CIS Angela esclareceram os aposentados sobre os problemas da aposentadoria e do reenquadramento

De terça à sextafeira serão visitados cinco unidades e os representantes dos alunos no Consun.

Na terça-feira (4/8) – Colégio Aplicação,               14 horas
Quarta-feira (5/8)    – Instituto de Matemática        14 horas
Quarta-feira (5/8)    – Representantes dos Alunos  16h30
Quinta-feira (6/8)    – Instituto de Informática         11 horas
                             – Faculdade de Odontologia    14h30
Sexta-feira (7/7)     – Faculdade de Psicologia      14 horas


Diretores de unidades reconhecem injustiça no reenquadramento dos aposentados

Vários grupos de aposentados visitaram os diretores das unidades desde o início da semana (21 a 29/7)
para solicitar o apoio no processo de votação do reenquadramento a ser encaminhado ao Conselho Universitário.

A receptividade dos diretores tem sido muito positiva. A maioria tem concordado e considerado uma injustiça o que ocorreu no processo de implantação do
Plano de Carreira (PCCTA) em 2005. Entre os dias 21 e 29/7, os aposentados visitaram 12 unidades: a Faculdade de Administração, de Farmácia, Enfermagem, o Instituto de Química, o IPH, o IFCH, o ICBS, de Artes, a Fabico, o Biociências, a Veterinária e o Direito.

Faculdade de Administração - O professor Antônio Domingos Padula recebeu a comissão acompanhado da representante da Comissão Nacional de Supervisão da Carreira, na época da implantação do PCCTAE, Beatriz Galarraga. Mostrou-se assombrado com o fato de uma lei tirar direitos garantidos por lei anterior e mencionou que era caso de entrar na justiça. Mas um dos aposentados lhe explicou que eles não podem esperar 10 ou mais anos por uma decisão judicial e o Consun é a instância para encaminhar este tipo de recurso.


IPH - O professor André Luiz da Silveira, se surpreendeu com a visita de 21 aposentados e declarou-se favorável ao reenquadramento.


Instituto de Química - O diretor Roberto Fernando de Souza declarou-se favorável ao reenquadramento. “Eu acho que houve um grande equívoco na aplicação da lei. É muito bom vocês trazerem estes pareceres de outras universidades, vou estudar e verificar o caso desta senhora aqui da universidade que teve o reenquadramento aprovado”.


Instituto de Física
– A diretora Márcia Cristina Barbosa se posicionou favorável e comentou o fato das outras três universidades terem aprovado. “Este ponto é importante para que o Consun aprove”, observou.

Instituto de Artes – a reunião com o professor Alfredo Nicolaiewsky foi muito importante pois contou com a presença do membro da Comissão de Legislação e Regimento (CLR), Celso Loureiro Chaves. Ele informou quea comissão se reuniu semana passada e já analisou os documentos. “O professor Fernando também é favorável e vamos procurar argumentos consistentes para não ter problemas com o Ministério do Planejamento (MPOG)”, relatou.

Faculdade de Agronomia – O professor Pedro Alberto Selbach achou muito positivo as visitas aos diretores pois são eles que definem a votação final no Consun.

Faculdade de Farmácia - O professor Paulo Mayorga Borges já tinha votado a favor da outra vez, na reunião do dia 22 de maio, e declarou que os aposentados podem contar com ele.

Faculdade de Enfermagem – Aprofessora Liana Lautert, além de concordar com o pleito também irá divulgar aos outros diretores.


ICBS – a diretora Maria Cristina Heuser foi simpática a proposta e irá estudar com carinho o dossiê. “Acho que ninguém tem a intenção que os aposentados sejam prejudicados”, declarou.


Fabico - O diretor Ricardo Schneiders da Silva e a vicediretora Regina Van der Lann foram muito receptivos e compreensivos com o pleito e chamaram a atenção para a necessidade de conversar com os membros da Comissão de Legislação e Regimento.


Biociências
– O diretor João Ito Bergonci demonstrou solidariedade e apoio a luta dos aposentados e ressaltou a importância deles para que a universidade seja uma referência de qualidade e se comprometeu em ler o dossiê.

Faculdade de Veterinária – o professor Vladimir do Nascimento se colocou totalmente favorável. Dona Iara Carbonell relatou que foram mais 10 aposentados
visitá-lo e ele foi extremamente a favor, mas destacou que é importante o fundamento legal da CLR.


IFCH - O professor Temistócles Américo Cezar, também destacou a importância dos aposentados para a construção da Universidade. E, comprometeu-se a fazer um estudo criterioso do dossiê.


Faculdade de Direito – O vice-diretor Tupinambá Pinto de Azevedo declarou que todo o professor tem que estar de acordo e aconselhou que recorrer a justiça só em último caso. “Se conseguirmos decidir administrativamente é muito melhor. Podem contar comigo e o que depender do diretor Sérgio Porto, também”.

Veja também