Início > Notícias > Duas empresas têm saída de ônibus prejudicada em Porto Alegre
Duas empresas têm saída de ônibus prejudicada em Porto Alegre

Divergências entre sindicato e rodoviários impediu primeiros horários. Segundo EPTC, outras empresas auxiliam na falta de linhas.

Duas empresas de ônibus de Porto Alegre têm circulação prejudicada na manhã desta quinta-feira (18). De acordo com a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), veículos da Carris e da Nortran não saíram das garagens nos primeiros horários. Outras empresas auxiliam no transporte das linhas que não estão operando, mas o intervalo entre as viagens é grande, segundo o presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari.

“Estamos remanejando ônibus dos outros consórcios. Ônibus da Conorte atendem linhas da Nortran e ônibus são deslocados da STS para as linhas da Carris, mas não é suficiente”, disse Cappellari à Rádio Gaúcha.

Divergências entre rodoviários e sindicato provoca a manifestação em frente às garagens das duas empresas. Segundo a EPTC, alguns veículos começaram a circular depois das 6h, mas o número – não especificado – ainda é pequeno comparado a dias normais.

“São grupos minoritários que acabam prejudicando a população. É lamentável a população de Porto Alegre ser surpreendida a qualquer momento em relação ao transporte coletivo”, comentou o presidente da EPTC.

A Carris, que opera as linhas transversais que ligam bairros distantes, é a principal empresa de ônibus de Porto Alegre. Já a Nortran tem a circulação de veículos que ligam Zona Norte até o Centro. Segundo manifestantes, a ação deve durar até por volta das 8h.

Às 7h, segundo Cappellari, a Brigada Militar começou a atuar na garagem da Carris, quando mais ônibus começaram a sair das garagens. Para diminuir os transtornos, a EPTC autorizou a que passageiros circulem de pé nos lotações. Assim, mais pessoas podem ser transportadas nos veículos.

Às 9h30 a circulação permanecia parcial, de acordo com informações das empresas. Na Carris, uma comissão de funcionários é criada com o objetivo de se reunir com a diretoria e definir o rumo da manifestação, conforme a assessoria de imprensa. Ainda não há previsão para a normalização do serviço.

Fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2013/07/duas-empresas-tem-saida-de-onibus-prejudicada-em-porto-alegre.html

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também