Início > Notícias > Educadores debatem ensino e reforma agrária
Educadores debatem ensino e reforma agrária

Iniciou na manhã desta quarta-feira (22) e prossegue até sábado (25) em Santa Maria (RS) o Encontro Estadual dos Educadores e das Educadoras da Reforma Agrária. Cerca de 350 educadores de escolas do Rio Grande do Sul devem participar da atividade, que debate as dificuldades e os desafios de uma educação pública e voltada para as necessidades da população do campo.

Iniciou na manhã desta quarta-feira (22) e prossegue até sábado (25) em Santa Maria (RS) o Encontro Estadual dos Educadores e das Educadoras da Reforma Agrária. Cerca de 350 educadores de escolas do Rio Grande do Sul devem participar da atividade, que debate as dificuldades e os desafios de uma educação pública e voltada para as necessidades da população do campo.

A programação conta com painéis que abordam a conjuntura do campo, a luta pela reforma agrária e a situação atual da educação pública gaúcha e nacional.

Também ocorrem debates pedagógicos. Na sexta-feira (24) à tarde, os educadores e educadoras participam de um ato público no centro de Santa Maria em apoio ao dia nacional de paralisação pelo piso salarial nacional. Também denunciam a precariedade da educação gaúcha e o fechamento das escolas em acampamentos sem-terra – as escolas itinerantes.

O Encontro Estadual dos Educadores e das Educadoras da Reforma Agrária acontece no Centro de Ciências Rurais (CCR) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Organizam a atividade o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e o Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). O apoio é do Ministério da Educação (MEC), do Diretório Central dos Estudantes (DCE/ UFSM), do Projeto Esperança/Cooesperança e do Levante da Juventude, entre outros. 

Diário Gauche.

Veja também