Início > Notícias > Encontro nacional discute crescimento da educação a distância
Encontro nacional discute crescimento da educação a distância

Encontro nacional discute crescimento da educação a distância

De 22 a 25 de abril, a cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, vai sediar dois dos principais eventos de Educação a Distância do Brasil: o V ESUD (Congresso Nacional de Educação Superior a Distância) e o 6° Senaed (Seminário Nacional Abed de Educação a Distância), que serão realizados no Centro de Eventos da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul).
Pela primeira vez, a UniRede (Universidade Virtual Pública do Brasil) – consórcio que reúne universidade e faculdades públicas – e a ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância) uniram forças para criar um único espaço de discussão dos aspectos de gestão, concepção didática e tecnológica relacionada ao ensino a distância no país. "A idéia é proporcionar à comunidade acadêmica, científica e governamental um único evento que integra dois importantes programas na área de EaD", ressalta o presidente da ABED, Fredric Michael Litto. Segundo ele, embora as instituições tenham filosofias diferentes, ambas estão em busca de um mesmo ideal: a promoção da qualidade.

Para o presidente da UniRede, Sérgio Roberto Keling Franco, é nessa diversidade que se constrói a riqueza para a obtenção da qualidade. "Era preciso marcar o espaço de um encontro científico, já que a EaD enfrenta um processo de crescimento tão grande", diz. Na opinião dele, essa união é a chave para promover uma discussão profunda sobre a educação a distância, cada instituição ressaltando o seu ponto de vista. "Assim, será possível aperfeiçoar a modalidade e caminhari no sentido da qualidade", completa.

Os eventos estabelecem uma programação única pautada no tema "As conquistas e os gargalos da Educação a Distância no Brasil". Serão oferecidos mini cursos sobre os mais variados assuntos, entre os destaques estão "design institucional", "formação de professores para a EaD" e "recursos multimídia e ambientes virtuais de aprendizagem". Além disso, o público poderá participar de mesas-redondas, painéis sobre expansão, qualidade, regulação, novas tecnologias e conteúdos digitais.

Haverá, ainda, um espaço reservado para a apresentação dos melhores trabalhos. "Uma forma das instituições aprenderem com as experiências alheias, além de apresentar o potencial da EaD àquelas que ainda não confiam na modalidade", afirma Litto. Já estão confirmadas a participação de diversas autoridades, entre elas o secretário de Educação a Distância Carlos Eduardo Bielschowsky. (Clique em cronograma, no menu ao lado, e confira a programação completa)

Durante quatro dias, especialistas e dirigentes de educação a distância de todo país irão discutir o futuro da modalidade. "Trata-se de um espaço de compartilhamento, disseminação de conhecimentos, construção de relações e de convivência de todos os integrantes da comunidade nacional de EaD", enfatiza o presidente da Abed. Este ano, os organizadores do evento esperam pela visita de cerca de 600 pessoas. 

Por Larissa Leiros Baroni

Veja também