Início > Notícias > Estudantes da Ufrgs começam a se mobilizar
Estudantes da Ufrgs começam a se mobilizar

  CHIST 2012 – Os Problemas, a Greve, a Assembléia (1) Os estudantes da UFRGS do Curso de História realizarão Assembleia Geral (AG) no dia 11 de junho, às 10h, em frente ao prédio do Direito, onde estará ocorrendo a AG dos servidores do UFRGS e da UFCSPA. A Coordenação da ASSUFRGS orienta aos estudantes [...]

 

CHIST 2012 – Os Problemas, a Greve, a Assembléia (1)

Os estudantes da UFRGS do Curso de História realizarão Assembleia Geral (AG) no dia 11 de junho, às 10h, em frente ao prédio do Direito, onde estará ocorrendo a AG dos servidores do UFRGS e da UFCSPA.

A Coordenação da ASSUFRGS orienta aos estudantes que participem apoiando o movimento grevista que está ocorrendo em todo o país, a partir da próxima segunda-feira, dia 11, às 9h.

Essa GREVE NACIONAL será a maior GREVE da história da Educação Pública, Gratuita e de Qualidade.

BREVE HISTÓRICO

Para os estudantes, o momento atual, por si só – se existem de fato pontos nodais na História –, já pode ser considerado histórico. O movimento que já atinge 51 universidades federais (em 05/06) é o maior já registrado em 30 anos. Já são quase 30 universidades que estão em greve estudantil em solidariedade aos docentes, e os servidores estão antecipando suas greves para fortalecer a luta. Esta greve busca a reestruturação da carreira dos professores e melhores condições de trabalho, já que a inconsequente política educacional de expansão universitária sem os devidos investimentos (foram cerca de 5 bilhões cortados do orçamento da educação nos últimos 2 anos) trouxe-nos a precarização e problemas de estrutura sem precedentes nas instituições. O resultado deste processo é visível pela amplitude da mobilização. Vislumbrando um momento como este, a greve dos professores e servidores nos encoraja pra seguir lutando por uma educação pública e de qualidade.

 PROBLEMAS IDENTIFICADOS

Vemos que os problemas que ocorrem no Vale – como à falta de espaços físicos, segurança, infraestrutura em geral, falta de representatividade paritária, falta de docentes, o problema do cerceamento à comunidade, etc. – são sincrônicos a toda UFRGS – temos um curso de teatro no qual não há uma sala de teatro sequer (uma fechada há 3 anos pra uma reforma que nunca acontece, e a outra fechou estes dias), um curso de dança sem sala para tal e sem professores, Casas de Estudante que não aumentam as suas vagas há 20 anos, prédios que existem apenas em projeto (salas de aula do direito e biblioteca do Vale), RUs cada vez mais precários e assistência estudantil deficiente, falta de democracia nas decisões… Sendo a lista muito extensa. Vemos pela experiência dos colegas no IFCH, que em diversos contatos desde 2010 reiterou suas solicitações à reitoria, ao Conselho Universitário, por processo e ação na ouvidoria, que sequer tivemos uma palavra como resposta (apenas risos, uma única vez, do Reitor). A quem mais recorrer? O que fazer senão uma greve? Uma greve pode causar transtorno tanto pra alunos, servidores e professores – que podem estar em aula um pouco das férias – mas com certeza serão bem menores frente aos problemas cotidianos que temos hoje. O estado atual das universidades federais é gravíssimo e a conjuntura de mobilizações indica adentrarmos em um ponto visceral para alcançar nossas justas e essenciais exigências: neste momento não são apenas só nossas da História, do IFCH, do Vale ou da UFRGS, mas coletivas de todo o Brasil.

 Por que votar na assembleia do dia 11?

 Dia 11/06 (2ª feira às 10h), mesmo dia em que os servidores iniciam a sua greve e os professores pretendem chamar sua assembleia, o CHIST convida todos os estudantes de história para construírem a Assembleia Geral dos Estudantes da UFRGS, onde todo estudante tem voz e voto. É o dia D para os rumos que a UFRGS vai tomar frente este movimento explosivo nacional. Estaremos presentes para aprovar o apoio à greve e a plataforma de demandas de cada curso, construída a partir das pautas levantadas pelos DAs. Essa plataforma será levada para a reitoria em ato conjunto com os servidores da UFRGS. É fundamental o apoio de cada estudante de história.

 Não faltam problemas na UFRGS e no IFCH, Motivos sobram para nos mobilizarmos.

 TODOS À ASSEMBLEIA GERAL!

 (dia 11/06 na frente do prédio do Direito às 10h)

 http://chistufrgs.wordpress.com/2012/06/07/os-problemas-a-greve-a-assembleia/

 

2 comentários para "Estudantes da Ufrgs começam a se mobilizar"

  1. alvaro fernandes ribeiro neto junho 8th, 2012 13:45 pm Responder

    Os estudantes 15% e os Tae (estatutarios y celetistas) 15% devidamennte, criem vergonha: eleicoes gerais JA para JA Reitoria JA Ufrgs JA:
    1 voto = 1 cabeca
    A cabecinha do prof70% y caixa dois de terceirizacao e de fundacao: leiam: ADVERSO “a criacao”, 1992.
    A inconstitucionalidade da consulta-u: fere as clausulas petreas, Constituicao 1998.

    AG/CHIST jajajaja! Votar ELEICOES GERAIS para Reitoria, no 12/6/2012 e a 00:01 do 13/6/2012, o resultado: 5 gugurias e 5 vavaroes, os mais votados formam o nosso Conselho de Reitor.
    10 votados sao nossos reitores ativos para fazer funcionar a univrsidade e para, em breve inaugurar os cursos universitarios nos periodos da Madrugada e Alvore(s)cer da Cidadania Brasileira, mais bela e mais belissima – Viva a Constitucao 98 e as Eleicoes Gerais, ( Direitas legais ), para Reitor – cada voto= 1 sentenca/cabeca. Ideu, cara!
    Os pre-aposentados e ativos e os de chinelo de bico fino, votam com mais conhecimento que estes babaquinhas metidos a facao sem cabo, neolib e seus alsseculas seculorum que aceitaram as regras ilegais e inconstitucionais e sao poleiro de galinha e cumplicidade de cacaca ilegal.
    Eu voto, meu voto é 1. As maquinas de votar gregas nos ensinam: a eleicao é para saber qual vai ser o 1 eleito e nao para conchavar a mae, o bispo, o leninperuca, ou o sol sem lua, sem estrelas, como se tudo fosse possivel ou permitido.
    Eu voto na Consulta no Ruyreitor e na Cecivice!
    Eu voto Eleicoes Gerais UFRGS, na Clôclô, e meu voto vale 1 para Cloclo, tanto quanto o peso da beleza da Cloclo me satisfaz em cada manha-tarde-noite-madrugada-amanhecer/alvore(s)cer!
    Beijos e viva a luta/luto chistado de chistes e lindas clio e hermogenes/sg Herodoto/o sg cego do véio Holmer-o.
    Abracosindicais, os que pesam e nao levam ou os que levam ser pesar!
    Alvaro.

  2. Paulo Antoniolli junho 12th, 2012 12:30 pm Responder

    Dá gosto de ver essa mobilização estudantil, de gente engajada e participativa.
    Meus parabéns a essa Gurizada que tem muito a ensinar a muito marmanjo por aí!

Deixe seu comentário

Veja também