Início > Notícias > Fasubra apoia projeto de Lei que propõe criação de mais de 77 mil cargos para IFES
Fasubra apoia projeto de Lei que propõe criação de mais de 77 mil cargos para IFES

A FASUBRA SINDICAL encaminhou ao Ministério da Educação, mais precisamente ao ministro Fernando Haddad, ofício datado de 20 de setembro 2011, onde apresenta a luta histórica da categoria em defesa do concurso público para preenchimento de vagas no serviço público. No texto, que você pode acompanhar a seguir, a Federação diz que este mecanismo é [...]

A FASUBRA SINDICAL encaminhou ao Ministério da Educação, mais precisamente ao ministro Fernando Haddad, ofício datado de 20 de setembro 2011, onde apresenta a luta histórica da categoria em defesa do concurso público para preenchimento de vagas no serviço público.

No texto, que você pode acompanhar a seguir, a Federação diz que este mecanismo é necessário para suprir as demandas de vagas nas Instituições Federais de Ensino Superior e para combater o processo de terceirização no âmbito acadêmico.

O ofício reafirma a posição da Federação a favor da aprovação na Câmara dos Deputados, do Projeto de Lei 2.134/2011, que já tramita naquela Casa Legislativa, e que pode dar origem a 77.178 cargos no Ministério da Educação a serem redistribuídos nas universidades federais da seguinte forma: 19.569 seriam para convocar docentes; 27.714 para trabalhadores técnico-administrativos (PCCTAE), e 24.306 para professores do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico.

Ao final do texto, a Federação coloca-se à disposição do Ministério e dos gestores para debater o tema, bem como propõe discussões acerca dos cargos necessários e dimensionamento das vagas.

Texto: ASCOM FASUBRA

OF. 150/11-SEC                                                              Brasília-DF, 20 de setembro de 2011.
 
Exmo. Sr.
FERNANDO HADDAD
MD. Ministro de Estado de Educação
Nesta
 
Senhor Ministro,
 
A FASUBRA Sindical tem defendido e atuado, historicamente, na luta pela realização de Concurso Público, para suprir as demandas de vagas de trabalhadores(as) técnico-administrativos nas IFES, acompanhando a expansão das IFES, aliado a luta contra a precarização do trabalho, aprofundado com a terceirização de cargos e atividades importantes no ambiente acadêmico dessas instituições.
Apesar dos concursos realizados nos últimos anos, a demanda reprimida continua  extensa e tem comprometido o desenvolvimento com qualidade socialmente referenciada dos trabalhos da Universidade. 
A Terceirização está entranhada em áreas estratégicas da Universidade, afetando o ensino, a pesquisa e a extensão.
A reversão desse quadro, além de fazer parte das lutas sindicais e também da cobrança dos gestores, tem sido pauta no TCU, que através de Acórdãos, tem cobrado do Governo a resolução da terceirização nas Universidades, considerando as irregularidades identificadas nesse processo.
A apresentação do PL 2.134/2011, em tramitação no Congresso Nacional, que propõem a criação de 77.178 cargos no MEC, para redistribuição nas IFES. Destes 19.569, são destinadas aos Docentes de  3º Grau; 27.714 para os cargos de Trabalhadores Técnico-Administrativos (PCCTAE) e 24.306 para docentes do  Ensino Básico, Técnico e Tecnológico.
Essa iniciativa tem sua importância, pois possibilita a retomada dos concursos nas Universidades. Coloca na agenda nacional a necessidade da abertura de concursos públicos nas Universidades aliadas a política de expansão dessas instituições. No entanto ainda não é o suficiente para suprir toda a demanda reprimida.
Segue
Apoiamos a aprovação do PL 2.134/2011 no Congresso nacional e de antemão solicitamos que a distribuição dessas vagas venha acompanhada de um debate aberto acerca dos cargos necessários, necessitando do dimensionamento de vagas e força de trabalhado das IFES, superando a forma de definição das vagas para concurso público, que tem sido adotada nos últimos concursos.
A FASUBRA Sindical está à disposição dos gestores e do MEC, para contribuir com esse debate, ao mesmo tempo na defesa pela realização de Concursos Públicos nas IFES.
Atenciosamente, 

LÉIA DE SOUZA OLIVEIRA            ROLANDO RUBENS M. JUNIOR         PAULO HENRIQUE R. DOS SANTOS

        Coordenação Geral                          Coordenação Geral                                     Coordenação Geral

Veja também