Início > Notícias > Fórum Mundial de Educação recebe inscrições
Fórum Mundial de Educação recebe inscrições

Estão abertas desde segunda-feira (5) as inscrições para o Fórum Mundial de Educação (FME), que ocorre de 28 a 31 de maio na cidade de Santa Maria, na região Central gaúcha

Estão abertas desde segunda-feira (5) as inscrições para o Fórum Mundial de Educação (FME), que ocorre de 28 a 31 de maio na cidade de Santa Maria, na região Central gaúcha. O preço das inscrições varia entre R$ 20,00 e R$ 50,00, sendo o menor preço para estudante e integrantes de empreendimentos de economia solidária e o maior valor para participantes individuais e professores universitários. No entanto, a inscrição em grupo de mais de 20 pessoas acarreta em descontos de, pelo menos, R$ 5,00.

Já a inscrição para as atividades autogestionadas, que encerraria na próxima sexta-feira (09) foi prorrogada para até o dia 14. A integrante da coordenação executiva do FME, Cléia Tonin, explica que as atividades devem estar relacionadas aos três eixos de debate: Educação e Economia Solidária; Educação e Ética Planetária e Educação, Inclusão e Cultura Emancipatória. Todo o trabalho inscrito será avaliado por um comitê, que irá conferir se a proposta está de acordo com os objetivos do evento. ”As atividades autogestionadas devem ser sugeridas por entidades ou grupos. De forma individual, somente a inscrição de pôsters. Existem várias formas de participar com atividades: seja depoimentos, seminários, oficinas, comunicações orais, painéis. É a entidade que propõe o debate”, diz.

De acordo com Cléia, a expectativa é de que entre 200 e 300 atividades autogestionadas sejam inscritas no FME, que deve receber até 30 mil participantes. A inscrição para a atividade autogestionada é gratuita, mas os custos de material e equipamentos utilizados são por conta da entidade ou grupo ministrante. As inscrições, tanto das atividades quanto de participantes, devem ser feitas diretamente na página de internet do Fórum, no endereço www.forummundialdeeducacao.org/santamaria

Com o tema Educação: Economia Solidária e Ética Planetária, o FME pretende relacionar o papel da Educação no desenvolvimento de ações, entre elas a Economia Solidária. Também debate a formação de cidadãos para que participem de transformações.

Nesse sentido, a programação irá contar com representantes de governos e de entidades educacionais não somente do Brasil, mas também da Colômbia, Bolívia, França, Portugal, Espanha e Estados Unidos. Entre os convidados, já estão confirmados Maria Paz Espíndola, representante da Unesco na América Latina e Moacir Gadotti, do Instituto Paulo Freire. O ministro da Educação brasileiro, Fernando Haddad, irá encerrar o Fórum, com a leitura da Carta de Santa Maria.

Fonte: Raquel Casiraghi/Agência Chasque

Veja também