Início > Notícias > Fórum Social Temático se inicia hoje e traz novas lideranças
Fórum Social Temático se inicia hoje e traz novas lideranças

A estimativa do público participante é de 10 mil inscritos.

Matéria reproduzida do site Jornal do Comércio

O Fórum Social Temático (FST), que ocorre de 21 a 26 de janeiro, com atividades em Porto Alegre e Canoas, está passando por uma mudança de foco, que prioriza as vivências de novas lideranças políticas no mundo: os ativistas que têm protagonizado movimentos como os da Primavera Árabe, dos indignados, na Europa, e do Occupy, na América do Norte. Ativistas dessas mobilizações virão ao FST discutir como afirmar as democracias conquistadas, projeta o coordenador executivo do evento, Mauri Cruz. O mote desta edição é a “Crise capitalista, democracia, justiça social e ambiental”.

As atividades terão a presença de nomes como o da canadense Carminda Mac Lorin, que liderou o Occupy Montreal em 2011, e do tunisiano Taoufik Ben Abdallah, coordenador do Fórum Social Mundial no Senegal, onde o evento ocorreu em plena eclosão da Primavera Árabe. “O foco não é mais ouvir os intelectuais europeus que antes vinham nos dizer o que é democracia, mas reunir a juventude do mundo que está vivendo um novo modelo de democracia e discutir sobre como aprofundá-la”, disse, em entrevista coletiva ontem, na Assembleia Legislativa. No entanto, o FST ainda conta com personalidades consagradas em edições anteriores do Fórum Social Mundial, como o sociólogo brasileiro Emir Sader e o jornalista francês Bernard Cassen. Ele participa da mesa de convergência “Contra o capital, democracia real”, que acontece no Teatro Dante Barone, da Assembleia, na sexta-feira. 

Para esta edição, a estimativa do público participante é de 10 mil inscritos, número maior que os 7,5 mil participantes das atividades que o FST realizou em 2012. Com a realização, na quinta, da marcha de abertura do evento, a expectativa é de chegar a cerca de 30 mil pessoas. 

A democracia participativa também terá peso na programação do FST, com um balanço dos 25 anos do Orçamento Participativo (OP) em Porto Alegre. Para o secretário municipal de Governança Local, Cézar Busatto, o fórum levou a experiência do OP para outros países, como a África. “É lá que mais cresce a adesão de comunidades regionais às práticas do orçamento participativo.” O OP será tema de discussão nas mesas “Balanço e perspectivas dos 25 anos do orçamento participativo” e “Dos avanços democráticos ao protagonismo popular: retrospectiva dos 25 anos do Orçamento Participativo”, que ocorrem no Salão de Atos da Ufrgs na sexta-feira.

Marcha de abertura sairá do Largo Glênio Peres

A tradicional marcha de abertura do Fórum Social Temático está marcada para a quinta-feira, 23 de janeiro, saindo às 15h do Largo Glênio Peres, no Centro de Porto Alegre. A passeata percorrerá a avenidas Borges de Medeiros, Loureiro da Silva, chegando à Usina do Gasômetro, onde será realizado um ato com os manifestantes.

O FST conta também com uma programação paralela que inclui o Fórum Mundial de Educação, que ocorre na Ulbra/Canoas, de 21 a 23 de janeiro, o Conexões Globais, que ocupa a Casa de Cultura Mario Quintana, nos dias 24 e 25 de janeiro, e o Fórum Mundial de Mídias Livres, sediado no Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul. 

O Acampamento Intercontinental da Juventude, no Parque da Harmonia, receberá mais de 100 atividades entre debates e eventos artísticos. As principais palestras do FST acontecerão no Salão de Atos da Ufrgs. 

Diversas atividades autogestionárias, inscritas pelos próprios participantes acontecerão em locais como a Câmara Municipal de Porto Alegre, a Assembleia Legislativa e a Usina do Gasômetro. A programação completa do FST está disponível no endereço www.forumsocialportoalegre.org.br.

Fórum Social Temático 2014

Data: De 21 a 26 de janeiro
Locais: Porto Alegre e Canoas
Informações: http://www.forumsocialportoalegre.org.br 

 

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também