Início > Notícias > Futuro Reitor faz visita à sede da Assufrgs
Futuro Reitor faz visita à sede da Assufrgs

A Assufrgs recebeu a visita do futuro reitor, professor Carlos Alexandre Netto, e de seu vice, professor Rui Oppermann. O futuro reitor reforçou o convite para sua posse, no próximo dia 23 de setembro. Os coordenadores agradeceram o convite e confirmaram a presença da Assufrgs na sessão de posse.

A Assufrgs recebeu a visita do futuro reitor, professor Carlos Alexandre Netto, e de seu vice, professor Rui Oppermann. O futuro reitor reforçou o convite para sua posse, no próximo dia 23 de setembro. Os coordenadores agradeceram o convite e confirmaram a presença da Assufrgs na sessão de posse. O professor Alexandre destacou que o seu programa de campanha é a referência básica para sua gestão, tendo como compromisso imediato a discussão e construção do PDI (Plano de Desenvolvimento Institucional) na universidade. A Assufrgs destacou que a UFRGS deve inovar em relação ao PDI, servindo como referência para as demais universidades.

A coordenação da Assufrgs entregou ao futuro reitor, o relatório em que consta a defesa dos processos de capacitação. O professor Alex garantiu que irá intervir junto à Andifes, no sentido de obter uma solução para o problema. Conforme ele, na sua gestão a Reitoria será solidária e trabalhará junto à Andifes para resolver a questão dos processos de capacitação.

Foi formalizado o convite aos Professores Carlos Alexandre e Rui Oppermann, para participarem do II Encontro de Saúde da Assufrgs, que ocorrerá na próximo quinta-feira, 11 de setembro. Os coordenadores aproveitaram para expressar a sua preocupação com relação ao atendimento de saúde aos técnicos-administrativos na Ufrgs. A Assufrgs demonstrou a sua preocupação com relação à disponibilidade orçamentária para implementação do Plano de Saúde e seus prazos. Bernadete Menezes destacou que o Plano de Saúde foi uma conquista da greve dos técnicos-administrativos no ano passado. O orçamento prevê recursos para o Plano de Saúde apenas para os técnicos-administrativos e não para os docentes. Também lembrou que, em virtude dos problemas ocorridos no edital de concorrência, os prazos começam a se esgotar, colocando em risco a disponibilidade do recurso para este ano. Rosane Barcelos lembrou dos problemas ocorridos no processo de escolha da modalidade de licitação, enfatizando a necessidade da administração encontrar alternativas para a maioria dos técnicos que continuarão sem cobertura de saúde. A Assufrgs também destacou a obrigatoriedade da administração garantir os exames periódicos a todos os servidores, independente de opção pelo Plano de Saúde. Os Professores Carlos Alexandre e Rui Oppermann demonstraram-se sensibilizados em relação ao exposto, dizendo estarem acompanhando a questão nas outras Universidades. Comprometeram-se a trabalhar de maneira conjunta na busca de alternativas para as questões da saúde dos servidores. O Profeesor Rui disse estar aguardando as resoluções do II Encontro de Saúde, ressaltando que a saúde é uma questão complexa que deve ser discutida. Destacou, por fim, a necessidade de uma ampla discussão sobre gestão ambiental, COSAT e o papel do DACOM, que deve ser potencializado

Veja também