Início > Notícias > Greve vitoriosa dos bancários nesta terça arranca negociações
Greve vitoriosa dos bancários nesta terça arranca negociações

Nesta quarta-feira, às 15h, ocorre nova negociação entre o Comando Nacional e a Fenaban, em São Paulo. A rodada foi marcada às vésperas da greve. A expectativa dos bancários é que os banqueiros apresentem finalmente uma proposta para a categoria, o que não aconteceu nas cinco reuniões anteriores.

Os funcionários do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal voltam ao trabalho nesta quarta-feira, dia 27, depois da greve vitoriosa de advertência por 24 horas realizada nesta terça-feira em Porto Alegre, no interior do Estado e em praticamente todo o país.

A decisão, que acompanha a grande maioria dos sindicatos em todo país, foi tomada por 257 votos a 178, durante assembléia de avaliação ocorrida no final da tarde, no Clube do Comércio, no centro da capital.

Também foi aprovada a proposta do SindBancários de levar um novo calendário de luta ao Comando Nacional dos Bancários com o indicativo de realizar novas assembléias na quinta-feira, dia 28, para avaliar as negociações e intensificar a mobilização nacional da categoria.

Bancários exigem propostas nas negociações

Nesta quarta-feira, às 15h, ocorre nova negociação entre o Comando Nacional e a Fenaban, em São Paulo. A rodada foi marcada às vésperas da greve. A expectativa dos bancários é que os banqueiros apresentem finalmente uma proposta para a categoria, o que não aconteceu nas cinco reuniões anteriores. A minuta foi entregue no dia 10 de agosto, porém nunca os banqueiros tinham chegado ao final de setembro sem fazer uma proposta para a categoria.

As principais demandas são: reposição da inflação com aumento real de 7,05%, PLR maior (5% do lucro líquido linear, mais um salário bruto acrescido de R$ 1.500) e melhores condições de saúde, segurança e trabalho. O lucro dos maiores bancos cresceu em média 40% no primeiro semestre deste ano.

Também nesta quarta-feira, às 15h, acontece nova rodada entre a Comissão de Empresa dos Funcionários e o BB, em São Paulo. O banco ficou de apresentar o modelo de pagamento da PLR. Os representantes vão cobrar novamente o Plano de Cargos e Salários, isonomia de direitos e solução para a Cassi, dentre outras reivindicações.

Com a força da greve, a Caixa agendou nesta terça-feira uma nova rodada com a Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa) para quinta-feira, dia 28, às 13h, em Brasília. Os trabalhadores querem PCS, isonomia e promoção por merecimento, entre outras demandas.

Avaliação do movimento

”A greve de 24 horas obteve a adesão de cerca de 50% dos bancários gaúchos e foi uma mobilização vitoriosa, pois incomodou os bancos, principalmente o BB e a Caixa, e levou o Bradesco a chamar a Brigada Militar para reprimir os bancários”, avaliou o presidente do SindBancários, Juberlei Bacelo.

“Os banrisulenses também mostraram força, paralisando 13 agências em Porto Alegre, revelando muita disposição de luta e pressionando a direção do banco para abrir as negociações da pauta específica, que há três anos vem sendo engavetada”, destacou o secretário-geral do SindBancários, Fábio Soares Alves.

“Estamos todos de parabéns pela demonstração de luta e unidade nesta terça-feira e acumulamos forças para novos enfrentamentos visando o atendimento das nossas reivindicações", enfatizou o diretor financeiro do SindBancários, Devanir Camargo da Silva.


Fonte: SindBancários de Porto Alegre e Região

Veja também