Início > Notícias > IA/UFRGS: atividades com entrada franca de 10 a 14 de setembro
IA/UFRGS: atividades com entrada franca de 10 a 14 de setembro

IA/UFRGS: atividades com entrada franca de 10 a 14 de setembro 11 de setembro, terça ARTES VISUAIS 17h30: Aula Inaugural do Programa de Pós Graduação em Artes Visuais do IA/UFRGS. Participação da historiadora da arte e professora Glória Ferreira e do artista plático Daniel Senise. Local: Auditorium Tasso Corrêa do IA/UFRGS (Rua Senhor dos Passos, [...]

IA/UFRGS: atividades com entrada franca de 10 a 14 de setembro

11 de setembro, terça

ARTES VISUAIS

17h30: Aula Inaugural do Programa de Pós Graduação em Artes Visuais do IA/UFRGS. Participação da historiadora da arte e professora Glória Ferreira e do artista plático Daniel Senise. Local: Auditorium Tasso Corrêa do IA/UFRGS (Rua Senhor dos Passos, 248, térreo). Entrada franca.

MÚSICA

18h: Recital “Transitório Permanente”, com participação de James Corrêa e Catarina Domenici. Atividade do Projeto Difusão Sonora de Música Eletrônica da UFRGS. No programa, obras de James Corrêa. Local: Sala dos Sons da UFRGS (Av. Paulo Gama, 110, no 2º andar da Reitoria da UFRGS). Entrada franca.

 12 de setembro, quarta

ARTES VISUAIS

19h: Aula Inaugural do Bacharelado em História da Artes do Instituto de Artes da UFRGS. Palestrante: Francisco Marshall. Mediadora: professora Paula Ramos. Local: Auditorium Tasso Corrêa do IA/UFRGS (Rua Senhor dos Passos, 248, térreo). Entrada franca.

TEATRO

12h30 e 19h30: apresentações do espetáculo teatral ”Sonhe”, atividade do Projeto Teatro, Pesquisa e Extensão da UFRGS. Local: Sala 33 do Departamento de Arte Dramática do IA/UFRGS (Rua General Vitorino, 255, 3º andar). Entrada franca.

14 de setembro, sexta

MÚSICA

19h: Recital de Mestrado de Thomas König Pires (violão). No programa, obras de John Dowland, Fernando Sor e Domenico Scarlatti. Orientador: professor Daniel Wolff. Local: Auditorium Tasso Corrêa do IA/UFRGS (Rua Senhor dos Passos, 248, térreo). Entrada franca.

 até 26 de setembro, de segunda a sexta, das 9 às 21h

ARTES VISUAIS

Exposição “Gesto Submerso”, com fotografias de biAH weRTHeR. Local: Espaço Ado Malagoli do IA/UFRGS (Rua Senhor dos Passos, 248, térreo). Entrada franca.

 O Instituto de Artes da UFRGS tem convênio com o estacionamento Kops Park (Rua Pinto Bandeira, 520). Abaixo, as informações detalhadas sobre as atividades com entrada franca do IA/UFRGS da semana que vem.

TEATRO

Espetáculo ”Sonhe” tem apresentações gratuitas nas quartas-feiras de setembro, às 12h30 e 19h30, na Sala 33 do Departamento de Arte Dramática do IA/UFRGS. Entrada franca.

 Evento: Temporada do espetáculo ”Sonhe”, atividade do Projeto Teatro Pesquisa & Extensão 2012

Datas e horários das apresentações: todas as quartas de setembro (dias 12, 19 e 26), às 12h30 e 19h30 (duas sessões por quarta-feira) – debates depois da sessão das 19h30 do dia 26/9

Local: Sala 33 do Departamento de Arte Dramática do IA/UFRGS (Rua General Vitorino, 255, 3º andar)

Ingresso: Entrada franca

Fotos: cedidas pela Cia. Mulheres Públicas

 Informações adicionais sobre o espetáculo e sobre o Projeto Teatro, Pesquisa e Extensão: site http://teatropesquisaextensao.blogspot.com.br/ , e-mail teatrope@gmail.com

vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=A8bQ7gwdOHo

 Nas quartas-feiras do mês de setembro, o Departamento de Arte Dramática do Instituto de Artes da UFRGS apresenta em duas sessões, às 12h30 e às 19h30, o espetáculo ”Sonhe”. A proposta do espetáculo é ampliar o palco, estender suas relações além-espectador e realizar uma projeção do subconsciente.

 Em ”Sonhe”, somos apresentados à jornada de um ator em relação direta com imagens projetadas que criam uma dimensão alternativa entre sonho, memória e realidade. Todos esses níveis se entrelaçam para compor uma atmosfera surreal e polifônica em busca dos sentidos emocionais humanos. “Sonhe” é a busca do “sonho desconstruído” através de uma diegese entre ator e máquina.

 A temporada do espetáculo integra as atividades da 10ª edição da Mostra Anual Universitária de Teatro: Teatro, Pesquisa e Extensão (TPE), que apresenta um espetáculo diferente a cada mês, sempre com entrada franca.

 Nesta edição da TPE, o público pode conferir sete espetáculos ao longo do ano, além do lançamento de uma revista comemorativa aos 10 anos da Mostra.

 Ficha Técnica

Texto: Livremente inspirado na obra de João Cabral de Melo Neto, Jeff Buckley, Cordel Do Fogo Encantado, J. Pollock, BMTH, Steven Spielberg, Underoath, Samuel Beckett, Kazuo Ishiguro, J. Racine e fatos cotidianos.

Direção, pesquisa e composição audiovisual: Kevin Brezolin

Elenco: Diego Acauan

Dramaturgia: Cia. Mulheres Públicas

Originado na disciplina: Fundamentos da Dramaturgia do Encenador do Departamento de Arte Dramática do Instituto de Artes da UFRGS

Orientador: Professora Inês Marroco

MÚSICA

Recitais com entrada franca da semana

11 de setembro, terça

18h: Recital “Transitório Permanente”, com participação de James Corrêa e Catarina Domenici. Atividade do Projeto Difusão Sonora de Música Eletrônica da UFRGS. No programa, obras de James Corrêa. Na terça, 11 de setembro, 18h, acontece o recital “Transitório Permanente”, composto por peças musicais eletrônicas de autoria de James Corrêa. O destaque do programa é a peça “For Cage” (sons eletrônicos em tempo real, voz e objetos). Participa da performance de “For Cage” a pianista Catarina Domenici. A cumplicidade entre compositor e intérprete em “For Cage” mistura o eletrônico e o corpóreo para celebrar a transitoriedade da vida e a permanência da memória. Local: Sala dos Sons da UFRGS (Av. Paulo Gama, 110, no 2º andar da Reitoria da UFRGS). Entrada franca.

 14 de setembro, sexta

19h: Recital de Mestrado de Thomas König Pires (violão). No programa, obras de John Dowland, Fernando Sor e Domenico Scarlatti. Orientador: professor Daniel Wolff. Local: Auditorium Tasso Corrêa do IA/UFRGS (Rua Senhor dos Passos, 248, térreo). Entrada franca.

 Programa do recital

John Dowland (1563-1626)

Complaint

Fantasia 7

 Domenico Scarlatti (1685-1757)

Sonata K. 322

Sonata K. 208

Sonata K. 380

 Johann Sebastian Bach (1685-1750)

BWV 998 – Preludio, Fuga & Allegro

 Fernando Sor (1778-1839)

Grand Solo (op. 14)

 Elliott Carter (1908)

Changes

 

“Gesto Submerso”, exposição multimídia de biAh weRTHer, permanece até o dia 26 de setembro no IA/UFRGS. Entrada franca.

Evento: Exposição multimídia “Gesto Submerso”, de biAh weRTHer

Visitação: até 26 de setembro, de segunda a sexta, das 9 às 21h

Local: Espaço Ado Malagoli do Intituto de Artes da UFRGS (Rua Senhor dos Passos, 248, térreo)

Ingresso: Entrada franca

 Prossegue aberta para visitação até o dia 26 de setembro a exposição “Gesto Submerso”, com obras multimídia de biAh weRTHer. Trata-se da primeira exposição de um projeto continuado. A exposição contará com fotos impressas em suportes diversos e vídeo retrato em ambiente úmido. Algumas fotos são interferidas digitalmente ou manualmente, com aqualine. Outras serão expostas no clique original.

 Em dezembro de 2010, biAh weRTHer iniciou um projeto de fotografias analógicas utilizando câmeras com lente de plástico e caixa estanque. De início, seriam auto-retratos para um formato de exposição em vídeo retrato. Ao longo do processo, a artista começou a envolver outras modelos: uma atriz, uma cantora, uma bailarina. A única orientação que as modelos recebem é “busque um gesto cotidiano”. A naturalidade é inevitável e o pacto momentâneo é o fio condutor do processo. As locações foram: piscina, banheira de motel, chuva e cachoeira. A produção é discreta em sessões intimistas, amadoras e simples, sem traquitanas, estúdio ou assistentes. Algumas locações são ‘roubadas’, gerando inevitável ansiedade devido a nudez em ambiente proibido, fato que interfere diretamente no resultado final da foto. O desafio, para a artista, é captar beleza e estranheza no gesto nu sob a água dispensando artificial e retoques. Depois, no ateliê, biAh weRTHer interfere artisticamente nas imagens, usando aqualine, caneta de retroprojetor ou interferências digitais.

 A multiartista biAh weRTHer resolveu esquecer por um tempo a inquietação dos projetos itinerantes, como o Cinema na Mochila, e curadorias de mostras de cinema experimental para se dedicar à própria produção artística. Atualmente, está radicada em Porto Alegre e cursa Artes Visuais no Instituto de Artes da UFRGS. Trabalha como VJ, cuida de um estúdio criativo que leva seu nome (https://www.facebook.com/pages/biAh-weRTHer-est%C3%BAdio-criativo/271534696236856?ref=hl ) e coordena à distância projetos experimentais do coletivo ..Cinema8ito.. (https://www.facebook.com/pages/coletivo-Cinema8ito/154423367950274?ref=hl).

 Aula Inaugural do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais do IA/UFRGS acontece no dia 11 de setembro, 17h30, no Instituto de Artes da UFRGS. Entrada franca.

 Evento: Aula Inaugural do Programa de Pós Graduação em Artes Visuais do IA/UFRGS. Participação da historiadora da arte e professora Glória Ferreira e do artista plático Daniel Senise.

Data e horário: 11 de setembro, terça, 17h30

Local: Auditorium Tasso Corrêa do IA/UFRGS (Rua Senhor dos Passos, 248, térreo).

Ingresso: Entrada franca

Contato: Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais do IA/UFRGS, fone 33084313

 Na terça, 11 de setembro, às 17h30, acontece a aula inaugural do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais do IA/UFRGS. O tema serà “Teoria e Prática: a Pós-Graduação em Arte”. Participam da atividade a historiadora da arte e professora Glória Ferreira e o artista plástico Daniel Senise.

 Abaixo, currículo resumido dos participantes.

 Glória Ferreira

Possui graduação em Institut Detudes Du Développement Economique ESS – Université Paris 1 (Panthéon-Sorbonne) (1976), mestrado em Institut dArt et dArchéologie – Université Paris 1 (Panthéon-Sorbonne) (1990) e doutorado em Institut dArt et dArchéologie – Université Paris 1 (Panthéon-Sorbonne) (1996). É crítica de arte e curadora. Co-organizou as coletâneas Clement Greenberg e o debate crítico, 1997, e Escritos de artistas 1960/1970, 2006. Organizou a coletânea Critica de arte no Brasil: Temáticas Contemporâneas, 2006, e Arte contemporáneo brasileño: documentos y críticas / Contemporary Brazilian Art: Documents and Critical Texts, 2009. Publicou o livro Entrefalas, 2011. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Teoria da Arte, atuando principalmente nos seguintes temas: arte, crítica de arte e fotografia. É colaboradora da Revista Das Artes – Artes Visuais em Revista.

 Daniel Senise

Nasceu em 1955 no Rio de Janeiro. Em 1980, se formou em engenharia civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, tendo ingressado na Escola de Artes Visuais do Parque Lage no ano seguinte, onde participou de cursos livres até 1983. Foi professor na mesma escola de 1985 a 1996. Desde os anos oitenta o artista vem participando de mostras coletivas, entre elas a Bienal de São Paulo, a Bienal de La Habana, em Cuba, a Bienal de Veneza, a Bienal de Liverpool, a Bienal de Cuenca, a Trienal de Nova Delhi, no MASP e no MAM de São Paulo, no Musee d’Art Moderne de la Ville de Paris, no MOMA, em New York, no Centre Georges Pompidou, em Paris, no Museu Ludwig, em Colônia, Alemanha.

 Daniel Senise tem exposto individualmente em museus e galerias no Brasil e no exterior, entre eles, o MAM do Rio de Janeiro, MAC de Niterói, Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, Casa França-Brasil, no Rio de Janeiro, o Museum of Contemporary Art, em Chicago, o Museo de Arte Contemporáneo, Monterrey, México, Galeria Thomas Cohn Arte Contemporânea, no Rio de Janeiro, Ramis Barquet Gallery e Charles Cowley Gallery, em Nova York, Michel Vidal, em Paris, Galleri Engström, em Estocolmo, Galeria Camargo Vilaça, em São Paulo, Pulitzer Art Gallery, em Amsterdam, Diana Lowenstein Fine Arts, em Miami, na Galeria Silvia Cintra, no Rio de Janeiro, Galeria Vermelho, em São Paulo, e a Galeria Graça Brandão, em Lisboa. Atualmente, Daniel Senise vive e trabalha no Rio de Janeiro.

 Aula Inaugural do Bacharelado em História da Arte do IA/UFRGS acontece na quarta, 12 de setembro, às 19h, no Instituto de Artes da UFRGS. Palestrante: Francisco Marshall, professor da UFRGS. Entrada franca.

 Evento: Aula Inaugural do Bacharelado em História da Artes do Instituto de Artes da UFRGS. Palestrante: Prof. Dr. Francisco Marshall. Mediadora: Professora Doutora Paula Ramos.

Data e horário: 12 de setembro, quarta, 19h

Local: Auditorium Tasso Corrêa do IA/UFRGS (Rua Senhor dos Passos, 248, térreo).

Ingresso: Entrada franca.

 Na quarta, 12 de setembro, 19h, acontece a aula inaugural do Bacharelado em História da Artes do Instituto de Artes da UFRGS. O professor Francisco Marshall realizará a palestra “Arte e ciência entre Rafael, Platão e Leonardo”. O evento terá a mediação da professora Paula Ramos, do curso de História da Arte do IA/UFRGS. Resumo da palestra “”Arte e ciência entre Rafael, Platão e Leonardo”, do prof. Dr. Francisco Marshall:

 ”No painel “Academia de Atenas” (1510-11), no Vaticano, Rafael Sanzio representou Platão com o semblante de Leonardo da Vinci, criando, com isso, forte ironia visual. Platão condenou com veemência a visualidade mimética que Leonardo perseguiu com esforço e genialidade, como parte de seu método científico. A partir desta circunstância, serão examinadas as relações entre visualidade e conhecimento, em Platão, na cultura grega, em Leonardo, na cultura renascentista e nas tradições que, desde os gregos e, em especial, desde o século XVI, consagram a autópsia como princípio fundamental da análise e da didática do conhecimento científico, e produzem linhagens cooperativas entre arte e ciência.”

 

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também