Início > Notícias > Mais de 10 milhões de crianças já foram vacinadas contra a paralisia infantil
Mais de 10 milhões de crianças já foram vacinadas contra a paralisia infantil

Um balanço preliminar divulgado ontem (27) pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde mostra que 10,4 milhões crianças menores de cinco anos foram vacinadas contra a poliomielite até o final da tarde.

Um balanço preliminar divulgado ontem (27) pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde mostra que 10,4 milhões crianças menores de cinco anos foram vacinadas contra a poliomielite até o final da tarde.

Esse número representa uma cobertura de 61,47% em relação à meta de vacinar 17 milhões de crianças brasileiras.

No sábado, foi realizada a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Paralisia Infantil. De acordo com a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Luiza de Marilac, os dados sobre a vacinação a partir da campanha, mesmo sendo preliminares, indicam o sucesso da mobilização contra a poliomielite no Brasil.

“Todos os esforços foram feitos para alcançarmos a cobertura vacinal mínima de pelo menos vacinarmos 95% das crianças. Nós acreditamos que vamos conseguir esse percentual”, afirmou a coordenadora.

Segundo ela, as crianças que não conseguiram se vacinar, como as que moram em zonas rurais distantes, ainda podem receber a imunização. Para isso, basta procurar o posto de saúde mais próximo de casa com o cartão de vacinação em mãos.

“Como podem acontecer falhas, eventualmente, na cobertura vacinal de rotina, que é aquela vacina que é oferecida no primeiro ano de vida, há essa outra estratégia da vacinação em massa por intermédio da campanha de vacinação para dar oportunidade de cobrir aquelas crianças que por algum motivo tenham escapado da vacinação de rotina.”

Apesar de o Brasil ter erradicado a doença há 12 anos, ainda existem casos da paralisia infantil em outras partes do mundo, como a Ásia e a África. Há, portanto, risco de contaminação no Brasil por meio de alguma pessoa que tenha viajado por essas regiões. Nesta segunda-feira (28), o Ministério da Saúde deverá divulgar novo balanço da campanha.

Fonte: Irene Lôbo/Agência Brasil

Veja também