Início > Notícias > Marcha reuniu milhares em Brasília e caravaneiros retornam para seus Estados
Marcha reuniu milhares em Brasília e caravaneiros retornam para seus Estados

A greve dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Universidades Federais Brasileiras somou pontos na mobilização da categoria por melhorias salariais, no dia 11 de agosto. Logo no início da manhã, os trabalhadores (as) deram mostras da força da greve e retornaram ao prédio sede do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), onde fizeram um [...]

A greve dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Universidades Federais Brasileiras somou pontos na mobilização da categoria por melhorias salariais, no dia 11 de agosto.

Logo no início da manhã, os trabalhadores (as) deram mostras da força da greve e retornaram ao prédio sede do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), onde fizeram um café da manhã, regado a muita mobilização e articulação entre os caravaneiros e representação das bases presentes no acampamento.

Com muita determinação, carros de som, boneco gigante representando a presidente Dilma Roussef, banda de música e protesto contra a política do governo, os TAEs reforçaram a exigência de abertura das negociações entre a Federação de Sindicatos de Trabalhadores em Universidades Brasileiras (FASUBRA) e o Governo Federal.

No meio da manhã, a manifestação contou com a visita do deputado Chico Alencar (PSOL/RJ). Falando aos grevistas, o deputado disse apoiar a greve e cumprimentou o movimento paredista pela intensificação das atividades com o erguimento do acampamento e as marchas realizadas nos últimos três dias.

Ele garantiu ainda que faria pronunciamento durante a sessão na Câmara dos Deputados em apoio à campanha salarial implementada pela FASUBRA Sindical. Em seguida, foi a vez da senadora, também pelo PSOL, Marinor Brito, defender a reabertura do diálogo entre o governo e a Federação, de forma a solucionar o impasse atual. 

Logo após a intervenção desses parlamentares, a FASUBRA Sindical protocolou no Ministério do Planejamento o Ofício nº 136-SEC 11, endereçado à Ministra Míriam Belchior, cujo texto disponibilizamos abaixo na íntegra. O documento, além de ter sido registrado oficialmente no departamento de protocolo do MPOG, foi recebido por um trabalhador do Gabinete da Ministra, para encaminhamento imediato à titular daquele Ministério.

Terminado o ato em frente ao MPOG, por volta das 11h os caravaneiros voltaram ao acampamento, e lá receberam mais incentivos de deputados federais do Partido dos Trabalhadores (PT). Os parlamentares Milton Lima Neto (SP) e Gilmar Machado (MG) prestaram apoio e solidariedade às reivindicações da categoria e disseram estar empenhados na abertura do processo negocial, em tempo hábil para incluir no orçamento de 2012 uma contraproposta de reajuste.

A União Nacional dos Estudantes, UNE, esteve também presente no acampamento, com o diretor da entidade, Estevam Cruz, se manifestou em apoio à greve, além de ter convidado a FASUBRA a integrar a Jornada de Luta em Defesa da Universidade.

Concluindo as ações do acampamento em Brasília, os trabalhadores (as) realizaram encontro, na tenda, onde um representante de cada delegação e da direção nacional da FASUBRA fez avaliação da programação cumprida pelos caravaneiros (as). Houve consenso em todas
as falas de que as manifestações surtiram relevante efeito político, bem como reforçaram a necessidade de fortalecimento da greve.

Fonte: FASUBRA Sindical

Veja também