Início > Notícias > Mocotó e Festa Julina animam o sábado na sede campestre
Mocotó e Festa Julina animam o sábado na sede campestre

Clique aqui para ver mais fotos do mocotó Num clima de tranquilidade, numa temperatura perfeita, para saborear o Mocotó do seu Mauro, foi assim que transcorreu o almoço de sábado (10/7) na sede campestre da Assufrgs. Um público de 60 pessoas participaram da atividade, que na avaliação geral estava muito boa. Os associados e seus [...]



Clique aqui para ver mais fotos do mocotó

Num clima de tranquilidade, numa temperatura perfeita, para saborear o Mocotó do seu Mauro, foi assim que transcorreu o almoço de sábado (10/7) na sede campestre da Assufrgs. Um público de 60 pessoas participaram da atividade, que na avaliação geral estava muito boa.

Os associados e seus familiares provaram e se deliciaram com o suculento Mocotó, preparado pelo Sr. Mauro e sua equipe, composta pelo Ismael, Shirlei, Mozarte, Rose, Lurdinha, Eva, Celso, Gilson e Joana.

Os preparativos começaram um dia antes, na sexta-feira(9/7) às 7h30, com os ingredientes, sendo fervidos, cozido e depois picados, para virarem o suculento Mocotó. “Para saber se o Mocotó é bom ele tem que grudar os lábios”, explicou sr. Mauro.

Ingredientes do Mocotó
40 Kg de mondongo, 40 patas, 20 tripas, 5Kg de feijão, 5kg de linguíça, 4kg de tomate, 3Kg de cebola, 3 extrato de tomate, sal, tempero verde e ovo.


Festa Julina



Clique aqui para ver mais fotos

Após o almoço, apesar do pessoal ter repetido várias vezes o mocotó, iniciou a comilança da Festa Julina, com pinhão, pipoca, amendoim, quentão, nega maluca e bolo de fubá. Até um pau de sebo foi preparado para as comemorações Julinas. A Fogueira foi construída durante amanhã e estava esperando, mas antes do fogo arder, ocorreu o “Casamento na Roça”.

O sr. Mauro e a Joana eram os pais do noivo, Ismael. Enquanto o Gilson e a Lurdinha foram os pais da noiva. Que por sua vez foi representada pela Antonieta Xavier (Totô). O padre (Celso) teve muito trabalho para casar os dois. Depois de uma encenação, muito bem humorada, os noivos finalmente foram declarados homem e mulher. No final da cerimônia de casamento, a noiva atirou o buquê para as moças solteiras, que ainda não perderam as esperanças de acharem um vivente para casar.

Veja também