Início > Notícias > Nota da Assufrgs: A truculência e o despreparo da Brigada Militar continuam
Nota da Assufrgs: A truculência e o despreparo da Brigada Militar continuam

Mais uma vez assistimos o despreparo e a truculência dos integrantes da Brigada Militar ao reagirem à manifestação de estudantes contrários ao aumento da passagem de ônibus. A Brigada Militar bateu, derrubou e algemou os estudantes, principalmente as mulheres se sentiram agredidas pelos excessos cometidos. Vivemos novos tempos. Não é possível que manifestações populares continuem [...]

Mais uma vez assistimos o despreparo e a truculência dos integrantes da Brigada Militar ao reagirem à manifestação de estudantes contrários ao aumento da passagem de ônibus. A Brigada Militar bateu, derrubou e algemou os estudantes, principalmente as mulheres se sentiram agredidas pelos excessos cometidos.

Vivemos novos tempos. Não é possível que manifestações populares continuem sendo criminalizadas e tratadas como caso de polícia. Não é possível que cidadãos que exerçam seu direito constitucional de se manifestar sejam agredidos.

A Assufrgs reafirma seu repúdio à violência com que a Brigada Militar tem atuado e a necessidade de que seus quadros sejam melhor preparados para lidar com situações desta natureza.

O governo do Estado, através da sua governadora Yeda Crusius, deve imediatamente mudar sua orientação quanto à criminalização de atos democráticos, que apenas expressam o descontentamento da população com relação ao abusivo preço que as empresas de transporte coletivo cobram dos cidadãos, com a complacência do prefeito José Fogaça.

Coordenação da Assufrgs

Veja também