Início > Notícias > Todo apoio aos residentes multiprofissionais em saúde no RS
Todo apoio aos residentes multiprofissionais em saúde no RS

Nota repudia a tentativa dos programas de residência multiprofissional em saúde de calar os residentes que lutam por melhores condições de trabalho e ensino no Sistema Único de Saúde.

 

A saúde está doente. Não é por acaso que os trabalhadores da saúde estão em permanente luta. O Grupo Hospitalar Conceição está em greve, o Hospital de Clínicas de Porto Alegre tem realizado paralisações e os servidores públicos das três esferas lutam por plano de carreira, salários e condições de trabalho dignos e fim do assédio moral. A estratégia dos governos de sucatear a saúde pública para justificar as privatizações, seja com fundações de direito privado (como o Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família – IMESF), Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – EBSERH, Organizações Sociais, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, as mais diversas formas de contratos que transferem para o setor privado as responsabilidades do setor publico. Isso sem contar as inúmeras facilidades oferecidas aos planos privados de saúde, nos atinge duplamente, como trabalhadores e como usuários da política de saúde.

 

O Coletivo Gaúcho de Residentes em Saúde e o Fórum Gaúcho em Defesa do SUS repudiam a tentativa dos programas de residência multiprofissional em saúde de calar os residentes que lutam por melhores condições de trabalho e ensino no Sistema Único de Saúde. Tem sido recorrente as ameaças de punição e atitudes repressoras com caráter nitidamente político que visam constranger e intimidar estes trabalhadores. Um verdadeiro cerco ao movimento dos residentes que se intensificou após as paralisações de 2013 e 2014 organizadas, respectivamente, por residentes da Escola de Saúde Pública e do Grupo Hospitalar Conceição.

 

Os residentes sofrem diretamente as consequências do desmonte da saúde pública, uma vez que se constituem como uma força de trabalho barata que, não raro, ocupa postos que deveriam ser preenchidos por servidores públicos.

 

TODO APOIO AOS RESIDENTES QUE LUTAM POR UM SUS 100% PÚBLICO, ESTATAL E DE QUALIDADE

 

POR UMA RESIDÊNCIA ALINHADA AOS PRINCÍPIOS DA REFORMA SANITÁRIA E CONTRÁRIA A TODAS AS FORMAS DE PRIVATIZAÇÃO E SUCATEAMENTO DA SAÚDE PÚBLICA

 

Porto Alegre, abril de 2014.

Assinam também esta carta:

SINDSEPE- Sindicato dos Servidores Públicos do RS, SINDISPREV – Sindicato dos Trabalhadores Federais da Saúde, Trabalho e Previdência no RS, CRESS – Conselho Regional de Serviço Social – 10ª Região.

 

 

 

 

 

COLETIVO GAÚCHO DE RESIDENTES

BLOG: residentesrs.blogspot.com.br

Email: cgrsaude@gmail.com

 

FORUM EM DEFESA DO SUS RS:

E-mail:forumsus.rs@gmail.comTelefone:(51)32255321

FACEBOOK:https://www.facebook.com/ForumDeEntidadesEmDefesaDoSus?ref=ts&fref=ts

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também