Início > Notícias > Plenária delibera por NÃO deflagração de greve e aguarda por Agenda Negocial do governo
Plenária delibera por NÃO deflagração de greve e aguarda por Agenda Negocial do governo

  Por 69 votos contrários ao início da greve em 28 de março a 57 favoráveis e 06 abstenções, a plenária da Fasubra ocorrida no último sábado (26), deliberou pela NÃO deflagração imediata da greve. Em que pese a aprovação em 29 assembleias de base pelo início imediato da greve e 14 que ainda não [...]

 

Por 69 votos contrários ao início da greve em 28 de março a 57 favoráveis e 06 abstenções, a plenária da Fasubra ocorrida no último sábado (26), deliberou pela NÃO deflagração imediata da greve. Em que pese a aprovação em 29 assembleias de base pelo início imediato da greve e 14 que ainda não tinham posicionamento, os votos contrários justificaram-se em virtude das informações sobre a reunião ocorrida entre a Fasubra e o Ministério do Planejamento (MPOG). Na reunião, o secretário de recursos humanos do MPOG, Duvanier Paiva, comprometeu-se em apresentar na reunião marcada para o dia 14 de abril, uma proposta de agenda negocial.

Fotos contrários à deflagração imediata de greve

Votos favoráveis

Dessa forma a plenária deliberou os seguintes encaminhamentos :

I – Reafirmar a resolução da Plenária do dia 16, acerca das ações a serem desenvolvidas pelas entidades de base e DN.

II – Construção do dia 14 – Dia Nacional de Luta, com paralisação e atos nas Reitorias.

III – Dias 13 e 14 de abril –Caravana a Brasília para desenvolver as seguintes ações: Atividades no Congresso Nacional, com contatos com parlamentares na luta contra a MP-520 e Campanha Emergencial e Vigília no MPOG durante a reunião.

IV – A DN deve compor Comissão de Negociação qualificada(por tema) com representação das forças.

V – Organizar a partir desta Plenária, Comando de Mobilização, com uma representação por entidade em Brasília para atuar Congresso Nacional contra a MP-520.

VI – A DN deve ordenar os eixos da pauta específica, dando uma ordem de prioridade.

VII –Recuperar a resolução sobre o Ponto eletrônico.

VIII – Incluir na pauta de negociação a campanha salarial de 2012.

IX – A Direção Nacional reunir-se-á nos dias 15 de 16 de abril para avaliar o resultado da reunião do dia 14 de abril com o MPOG e MEC.

X – Rodada de AG’s no período de 18 a 20/04, para avaliação do resultado da reunião com MPOG, do dia 14/04.;

XI –Caso as negociações não se estabeleçam, a DN orientará a deflagração da greve para o dia 25 de abril de 2011;

XII – A DN arcará com as despesas relativas com hospedagem dos representantes das entidades de base para vigília do dia 14/04/11;

Postado por Fabiano Rosa – Coordenador de Imprensa

Fotos: Raquel Carlucho – Jornalista da Fasubra

Veja também