Início > Notícias > Policiais militares da BA decidem em assembleia continuar greve
Policiais militares da BA decidem em assembleia continuar greve

  Policiais militares da Bahia decidiram em assembleia realizada na manhã desta quinta-feira que continuarão em greve. A decisão foi tomada após os grevistas deixarem o prédio da Assembleia Legislativa que estava ocupado desde a semana passada.  A categoria fez uma assembleia no sindicato dos bancários, em Salvador, após a desocupação. No local, foi perguntado [...]

Lunae Parracho - 7.fev.12/Reuters

 

Policiais militares da Bahia decidiram em assembleia realizada na manhã desta quinta-feira que continuarão em greve. A decisão foi tomada após os grevistas deixarem o prédio da Assembleia Legislativa que estava ocupado desde a semana passada.

 A categoria fez uma assembleia no sindicato dos bancários, em Salvador, após a desocupação. No local, foi perguntado aos policiais se a greve continua ou acabou. Centenas deles responderam em uníssono: “Continua”. Na sequência começaram a gritar: “A PM parou, a PM parou”.

 A reportagem da Folha acompanhou a assembleia a partir de um prédio vizinho, pois não foi autorizada a entrar no sindicato.

 O ex-policial Marco Prisco foi preso na manhã de hoje após deixar a Assembleia, junto com outro líder grevista, Antônio Paulo Angelini. Havia mandado de prisão expedido contra eles. Outros dois PMs já tinham sido presos durante a greve. Ao todo, 12 mandados de prisão foram expedidos contra policiais grevistas.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1046251-policiais-militares-da-ba-decidem-em-assembleia-continuar-greve.shtml

 

Greve da PM da Bahia é ilegal, afirma presidente do TST

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1046226-greve-da-pm-da-bahia-e-ilegal-afirma-presidente-do-tst.shtml 

 

Fonte: Folha On Line 
GRACILIANO ROCHA DE SALVADOR
FÁBIO GUIBU ENVIADO ESPECIAL A SALVADOR

 

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também