Início > Notícias > Prefeitura cria central para consulta popular sobre Pontal do Estaleiro
Prefeitura cria central para consulta popular sobre Pontal do Estaleiro

Entidades que pretendem coordenar frentes ou posições deverão se credenciar até o dia 25 de junho Interessados em compor frentes, a favor e contra as construções residenciais na área do antigo Estaleiro Só, poderão a partir desta segunda-feira se inscrever na central de atendimento da Consulta Popular, localizada na rua Uruguai, 155, 11º andar, sala [...]

Entidades que pretendem coordenar frentes ou posições deverão se credenciar até o dia 25 de junho
Interessados em compor frentes, a favor e contra as construções residenciais na área do antigo Estaleiro Só, poderão a partir desta segunda-feira se inscrever na central de atendimento da Consulta Popular, localizada na rua Uruguai, 155, 11º andar, sala 8.

As entidades que pretendem coordenar frentes ou posições deverão se credenciar na Comissão Eleitoral até o dia 25 de junho. O vice-prefeito José Fortunati, que coordena o processo, enfatizou a importância da comissão e da representação das frentes para garantir que as duas posições possam se manifestar em igualdade de condições.

— A campanha eleitoral já começa com a articulação da sociedade. Acreditamos que na próxima semana comecem as inscrições — disse Fortunati.

A Consulta popular ocorrerá no dia 23 de agosto, das 9h às 17h. Os locais de votação serão definidos na próxima semana, em reunião com o TRE (que está mapeando a cidade para distribuição das 330 urnas em escolas públicas municipais, estaduais e entidades). As informações são do site da prefeitura.

Como será
O QUE SERÁ PERGUNTADO AO CIDADÃO
“Deve ser permitida, além da atividade comercial, edificação destinada à atividade residencial na área da orla do Guaíba onde se localizava o antigo Estaleiro Só?”
Os eleitores terão de responder “sim” ou “não”, mas a ordem das respostas ainda não foi sorteada pela comissão eleitoral

QUANDO SERÁ A CONSULTA
> 23 de agosto, das 9h às 17h

O MODELO
> A consulta popular seguirá os mesmos moldes da votação para Conselheiro Tutelar. Serão cerca de 90 locais de votação e 330 urnas espalhadas pela cidade

A VOTAÇÃO
> A votação não será obrigatória. Poderão votar os eleitores devidamente habilitados pelo Tribunal Regional Eleitoral. No dia 24 de junho, serão encerrados os cadastros do TRE

COMO OCORRERÁ A VOTAÇÃO
> Para a votação, serão utilizadas as urnas eletrônicas do TRE. Também serão impressas 3 mil cédulas de votação eleitoral como forma de prevenção à falha de urnas

QUEM TRABALHARÁ NO PROCESSO
> Para a função de mesários, serão chamados mil servidores municipais

A CONDUÇÃO DO PROCESSO
> A organização da consulta popular fica a cargo da prefeitura, com apoio do TRE

O QUE É O PONTAL DO ESTALEIRO
> É um projeto que prevê a revitalização da área do antigo Estaleiro Só, às margens do Guaíba, na zona sul da Capital

 

Fonte – 1/6/2009 – Zerohora.com

Veja também