Início > Notícias > Professores das Ifes fecham acordo com governo federal
Professores das Ifes fecham acordo com governo federal

março de 2008.

Proifes, CUT, MPOG e MEC encerram negociações após assinarem termo de acordo que garante aos docentes do ensino superior a conquista de reivindicações históricas, que passam a vigorar a partir de março de 2008.

Depois de três meses de debate, professores das Universidades Federais e governo chegaram finalmente a um consenso na noite de ontem (5). Em linhas gerais, o documento prevê incorporação da Gratificação de Atividade Executiva (GAE) ao Vencimento Básico (VB); equiparação da Gratificação de Estímulo à Docência (GED) entre ativos e aposentados, assim como o fim do caráter produtivista da mesma e valorização da carreira acadêmica. A direção do Proifes (Fórum dos Professores das Instituições Federais de Ensino Superior) avalia que as conquistas obtidas nesse acordo são as maiores desde 1987, quando os docentes conseguiram carreira única, ou seja, salários iguais para professores das Ifes de todo o País. O próximo passo será a elaboração de um Projeto de Lei dentro dos princípios acordados entre governo e docentes do ensino superior.

A decisão do Proifes, entidade representativa dos professores das Ifes, de assinar o termo de acordo, foi tomada após ampla consulta a milhares de docentes federais de todo o País, que disseram “sim” à proposta do governo. A Andes se recusou a assinar o acordo, pois não aceita que as negociações possam chegar a um termo. A intenção da entidade era seguir negociando até que todas suas reivindicações fossem atendidas pelo governo, por isso optou não participar da segunda parte da reunião para debater os termos do acordo com os docentes do ensino superior.

No entanto, recuando em relação à posição original, acabou assinando termo de compromisso, juntamente com o Proifes e o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica e Profissional (Sinasefe), para concluir as negociações sobre a Carreira do Magistério de 1º e 2º graus até 20 de janeiro. Vale ressaltar que o documento foi elaborado sem a participação da Andes e segue as mesmas diretrizes do termo de acordo dos docentes do ensino superior, rechaçados anteriormente pela entidade. Na quinta-feira (6) aconteceu a primeira reunião após a assinatura do termo de compromisso relativo aos professores da educação básica, da qual participam Proifes, Sinafese e Andes.

Fonte: Assessoria Adufrgs

Veja também