Início > Notícias > Reitor concorda em realizar convênio para plano de saúde
Reitor concorda em realizar convênio para plano de saúde

Com a mudança ocorrida por causa da Portaria 03 do Ministério do Planejamento, editada em 31 de julho de 2009, que permite a possibilidade de ressarcimento do valor do plano de saúde se a modalidade for convênio, a Assufrgs debateu o assunto em assembléia e na reunião do conselho de delegados. Na reunião de segunda-feira [...]

Com a mudança ocorrida por causa da Portaria 03 do Ministério do Planejamento, editada em 31 de julho de 2009, que permite a possibilidade de ressarcimento do valor do plano de saúde se a modalidade for convênio, a Assufrgs debateu o assunto em assembléia e na reunião do conselho de delegados.

Na reunião de segunda-feira (14/9), a Reitoria, Assufrgs e Adufrgs concordaram em fazer convênio para garantir plano de saúde para os servidores da Ufrgs. “Com esta nova portaria o convênio agora é viavel”, explicou o Reitor.

Porém, segundo o reitor Carlos Alexandre Netto e o vice-Reitor, Rui Oppermann, é preciso mobilizar a comunidade para que esta posição seja compreendida. A primeira medida das entidades será elaborar uma carta em conjunto para esclarecer por que realizar o convênio ao invés de “contrato”.

Conforme a coordenadora da Assufrgs, Bernadete Menezes, esta portaria une todas as categorias. “Com a possibilidade do Ressarcimento dá uma saída para o impasse da licitação”, explicou Berna. Jose Luis Rockenbach (Neco) lembrou que a maioria dos servidores não tem plano até hoje e o plano de saúde foi uma conquista da greve de 2007. “Esta portaria atende a todos os interesses”, reforçou. Com o ressarcimento, cada servidor pode contrair o plano de saúde que lhe convier e quem já tem plano de saúde, pode continuar com o seu plano atual. 

Apesar das entidades concordarem ainda será necessário alguns encaminhamentos como garantir que os atuais planos da Unimed passem a ser contratados através da Adufrgs, no lugar da UFRGS, tendo em vista que o contrato que está em vigência atualmente foi renovado somente pelo prazo de um ano. E passar pelo Conselho Universitário para que este aprove a medida, diante desta nova possibilidade aberta pela Portaria 03.

Na reunião realizada segunda-feira (14/9) estavam presentes o pró-Reitor da Progesp, Maurício Viegas e o chefe de gabinete, João Roberto Mello. Pela Assufrgs, os coordenadores Margarete Antunes, Vânia, Fabiano Porto e Yara Carbonell e pela Adufrgs o presidente Cláudio Scherer, os primeiro e segundo vice-presidentes, José Carlos Freitas Lemos e Maria Luiza Ambros Von Hollenben.

Veja também