Início > Notícias > Ruralistas querem votar propostas sobre direitos trabalhistas neste ano
Ruralistas querem votar propostas sobre direitos trabalhistas neste ano

 A Frente Parlamentar da Agropecuária e entidades ligadas ao agronegócio elegeram entre suas prioridades legislativas para este ano propostas que tratem dos direitos do trabalhador rural. Os parlamentares ligados à agropecuária esperam que Senado e Câmara constituam uma comissão especial para propor uma legislação infraconstitucional que defina claramente o que é trabalho escravo e o que é [...]

 A Frente Parlamentar da Agropecuária e entidades ligadas ao agronegócio elegeram entre suas prioridades legislativas para este ano propostas que tratem dos direitos do trabalhador rural.

Os parlamentares ligados à agropecuária esperam que Senado e Câmara constituam uma comissão especial para propor uma legislação infraconstitucional que defina claramente o que é trabalho escravo e o que é jornada de trabalho excessivo. 

Essa é uma das pré-condições apontadas pela bancada para votar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 438/01) que determina o confisco de propriedades onde a fiscalização encontrar exploração de trabalho escravo. Esses imóveis serão destinados à reforma agrária ou a programas de habitação popular. 

Conhecida como PEC do Trabalho Escravo, a matéria já foi aprovada em dois turnos na Câmara dos Deputados e aguarda análise do Senado.

No total, mais de 30 proposições fazem parte da lista de prioridades dos ruralistas. Segundo a Frente Parlamentar da Agropecuária, 214 deputados e 14 senadores integram a bancada, o equivalente a quase 42% da Câmara e 17% do Senado.

 
 

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também