Início > Notícias > Saúde do bispo Dom Luiz Flávio Cappio em greve de fome preocupa CNBB
Saúde do bispo Dom Luiz Flávio Cappio em greve de fome preocupa CNBB

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil solicitou audiência com o presidente Lula para buscar solução para o jejum de Dom Luiz Flávio Cappio contra a transposição do Rio São Francisco.

Em resposta ao ato de greve de fome do bispo da Diocese de Barra (BA), Dom Luiz Flávio Cappio, a Comissão de Justiça e Paz da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou nota oficial segunda-feira (10/12) em que se diz preocupada com a saúde do bispo.

A nota ressalta que é importante ampliar o debate sobre as questões que envolvem a revitalização e transposição do Rio São Francisco e cobra "um gesto de boa vontade do Governo, das Igrejas e da sociedade civil para resolver a questão”.

A CNBB solicitou uma audiência com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para tentar achar uma solução para o jejum de dom Cappio. A assessoria da Presidência da República ainda não confirmou o agendamento da reunião.

O bispo Cappio informou que só suspende a greve de fome de 14 dias se houver a paralisação das obras de transposição do Rio São Francisco e o arquivamento do projeto. Esta é a segunda vez em dois anos que o bispo deixa de se alimentar pela mesma causa. A greve de fome anterior durou 11 dias e foi encerrada após um acordo com o governo federal.

O Projeto de Integração do Rio São Francisco às Bacias do Nordeste Setentrional pode atingir cerca de 12 milhões de habitantes da região mais árida do Brasil. As obras dos primeiros trechos começaram em junho deste ano e estão sendo executadas pelo Batalhão de Engenharia do Exército. 

Fonte: Bárbara Lobato, da Agência Brasil

Veja também