Início > Notícias > Sérgio Mendonça assume Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento
Sérgio Mendonça assume Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento

O Ministério do Planejamento apresentou no dia  07 de março o novo secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, às instituições que compõem o Fórum Nacional de Entidades dos servidores públicos federais, entre elas, a Fasubra Sindical.  A reunião ocorreu no prédio sede do Ministério do Planejamento e contou com a presença [...]

O Ministério do Planejamento apresentou no dia  07 de março o novo secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, às instituições que compõem o Fórum Nacional de Entidades dos servidores públicos federais, entre elas, a Fasubra Sindical.

 A reunião ocorreu no prédio sede do Ministério do Planejamento e contou com a presença de 30 entidades que pertencem ao fórum, além do secretário de Adjunto-Executivo do MPOG, Valter Correia e da secretária-adjunta da SRH/MPOG, Marcela Tapajós.

Objetivamente, o que ficou claro é que o governo pretende manter o discurso de austeridade nos gastos com pessoal, mas que pretende retomar negociações com as diversas categorias que representam os servidores públicos dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) já na próxima semana, com Sérgio Mendonça atuando como interlocutor do governo perante o funcionalismo federal.

Mendonça garantiu aos presentes que dará ampla continuidade aos processos negociais iniciados por Duvanier Paiva, que faleceu em janeiro deste ano em decorrência de infarto. Outra promessa foi a de trabalhar pela regulamentação da Convenção 151 da Organização Internacional do Trabalho.

 Os representantes dos trabalhadores cobraram o posicionamento do Governo sobre a pauta da Campanha Salarial 2012, que foi protocolada no final de janeiro no Ministério do Planejamento, principalmente quanto à política salarial e de benefícios. Em resposta a secretária-adjunta, Marcela Tapajós, afirmou que a ideia é de que sejam montados uma agenda e um cronograma para tratar da pauta geral. Já Sérgio Mendonça disse que o processo negocial pode ser construído a partir da articulação entre as mesas das pautas geral e específicas.

 A Fasubra, representada pelos coordenadores Léia Oliveira e Antônio Donizete, disse que espera que o processo negocial resulte em ações concretas, e cobrou que o governo observe o prazo para que o governo assine o protocolo da Fasubra, que estabelece as datas das reuniões para tratar da pauta específica dos técnico-administrativos em educação.

 Um outro encontro entre Governo e trabalhadores do serviço público federal ficou marcado para o próximo dia 14/03.

 Os detalhes da reunião de ontem podem ser acompanhados no Informe de Diretoria disponibilizado para a base da Fasubra nesta quinta-feira (8), que traz outros assuntos tratados na reunião, a exemplo da paridade, carga horária de médicos e Projeto de Lei 248.

Fonte: ASCOM FASUBRA Sindical

 

_________________________________

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também