Início > Notícias > Serviço Público PLP 549/09: limite de gasto com servidor público federal na pauta
Serviço Público PLP 549/09: limite de gasto com servidor público federal na pauta

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados pode votar o Projeto de Lei Complementar (PLP) 549/09, do Senado (PLS 611/2007), que acresce dispositivos à Lei Complementar 101, de 4 de maio de 2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal), para dispor sobre limites às despesas com pessoal e encargos sociais da União e com [...]

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados pode votar o Projeto de Lei Complementar (PLP) 549/09, do Senado (PLS 611/2007), que acresce dispositivos à Lei Complementar 101, de 4 de maio de 2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal), para dispor sobre limites às despesas com pessoal e encargos sociais da União e com obras, instalações e projetos de construção de novas sedes, ampliações ou reformas da Administração Pública.

O relator, deputado Pepe Vargas (PT-RS) ofereceu ao projeto parecer pela não implicação da matéria com aumento ou diminuição da receita ou da despesa públicas, “não cabendo pronunciamento quanto à adequação financeira e orçamentária”; e, no mérito, pela rejeição da proposição. Veja a íntegra do parecer.

Depois de examinado pela CFT, o projeto ainda passará pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, antes de ir ao plenário.

O colegiado se reúne, nesta quarta-feira (18), às 14h no plenário 4.

Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania

 

Trabalho infantil

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados pode votar a PEC 18/11, que dá nova redação ao inciso XXXIII do artigo 7º da Constituição, para autorizar o trabalho sob o regime de tempo parcial a partir dos 14 anos de idade. O relator, deputado Paulo Maluf (PP-SP) ofereceu parecer é pela admissibilidade da proposição. Os deputados Luiz Couto (PT-PB) e Sandra Rosado (PSB-RN) apresentaram votos em separado contra o parecer do relator.

 

Justiça do Trabalho

Outra matéria que pode ser analisar pelo colegiado, mas na quarta-feira (21), é o PL 3.392/04, da ex-deputada Drª Clair (PR), que altera dispositivos da CLT, estabelecendo a imprescindibilidade da presença de advogado nas ações trabalhistas e prescrevendo critérios para a fixação dos honorários advocatícios na Justiça do Trabalho. O relator, deputado Hugo Leal (PSC-RJ) emitiu parecer pela constitucionalidade, juridicidade, técnica legislativa e, no mérito, pela aprovação da proposta.

 

O colegiado se reúne nesta terça, às 14h, e na quarta-feira, às 10h, todas as sessões acontecem plenário 1.

Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público

Trabalho precário

A Comissão de Trabalho pode votar o Requerimento 83/11, do deputado Eudes Xavier (PT-CE), para realização de audiência pública a fim de apurar as denúncias de trabalho precário contra a rede de lanchonetes McDonald’s.

 

Política salarial

Na mesma sessão pode ser apreciado o requerimento do deputado Sabino Castelo Branco (PTB-AM), que convida, o presidente da Arcos Dourados Comércio de Alimento Ltda., Woods Staton; e o presidente do Sinthoresp e vice-presidente da Contratuh, Francisco Calasans Lacerda; o presidente da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), desembargador Nelson Calandra; e a ministra do Tribunal Superior do Trabalho, Dora Maria da Costa, para debater a política de salários adotada pela rede McDonald’s no Brasil.

 

Empregado doméstico

O colegiado pode apreciar ainda o PL 7.156/10, do Senado Federal (PLS 159/2009), que altera a Lei 5.859, de 11 de dezembro de 1972, para dispor sobre multa por infração à legislação do trabalho doméstico, e dá outras providências. O relator da matéria, deputado Vicentinho (PT-SP) emitiu parecer pela aprovação da matéria.

 

Trabalho de diarista

Outro projeto em pauta é o PL 7.279/10, do Senado Federal (PLS 160/2009), que dispõe sobre a definição de diarista. A relatora, deputada Sandra Rosado (PSB-RN) ofereceu parecer pela aprovação do projeto. O deputado André Figueiredo (PDT-CE) apresentou voto em separado contrario ao parecer do relator.

 

Prazo prescricional

O colegiado deve votar ainda o PL 8.050/10, do Senado Federal (PLS 310/2009), que acrescenta artigo 487-A à CLT, para prever a obrigação de informar aos empregados, por meio do aviso prévio ou do recibo de rescisão contratual, o prazo prescricional do direito de ação previsto no inciso XXIX do artigo 7º da Constituição.

 

A relatora, deputada Gorete Pereira (PR-CE) emitiu parecer pela rejeição do projeto. Já foi concedido vista conjunta da matéria aos deputados Policarpo (PT-DF) e Roberto Santiago (PV-SP). O deputado Assis Melo (PCdoB-RS) apresentou voto em separado.

 

Exercício da profissão

A comissão pode votar o PL 6.314/09, do deputado Fábio Faria (DEM-RN), que dispõe sobre o exercício da profissão de bugreiro. A relatora, deputada Gorete Pereira (PR-CE) ofereceu parecer pela aprovação da matéria.

 

Maitre e garçom

Outro projeto sobre regulamentação de profissão é o PL 6.558/09, do ex-deputado e atual senador Ciro Nogueira (PP-PI), que dispõe sobre o exercício das profissões de maitre e garçom. A relatora, deputada Sandra Rosado (PSB-RN) apresentou parecer pela aprovação da matéria.

 

Política Nacional de Turismo

Também do deputado Fábio Faria, está em pauta o PL 7.339/10, que altera a Lei 11.771, de 17 de setembro de 2008, que dispõe sobre a Política Nacional de Turismo, para incluir a formação e a capacitação de profissionais do turismo como uma das atividades passíveis de financiamento e apoio com recursos do Fundo Geral de Turismo (Fungetur). A deputada Sandra Rosado (PSB-RN) apresentou parecer pela aprovação do projeto.

 

Licença nojo

O colegiado pode apreciar ainda o PL 7.347/10, da deputada Rebecca Garcia (PP-AM), que altera a redação do inciso I do artigo 473 da CLT, a fim de ampliar o período da licença nojo. A relatora, deputada Gorete Pereira (PR-CE) apresentou parecer pela rejeição deste projeto.

 

Aluguéis residenciais

Retorna à pauta o PL 462/11, do deputado Julio Lopes (PP-RJ), que institui a consignação em folha de pagamento de aluguéis residenciais. O relator, deputado Laercio Oliveira (PR-SE) emitiu parecer pela aprovação do projeto. Já foi concedido vista ao deputado Ronaldo Nogueira (PTB-RS).

 

A Comissão se reúne, nesta quarta-feira (19), às 10h, no plenário 12.

Trabalho doméstico

Nesta terça-feira (18), a Comissão de Trabalho realiza audiência pública sobre a convenção da OIT sobre “Trabalho Decente para os Trabalhadores e Trabalhadoras Domésticas”. Foram convidados os representantes dos ministérios do Trabalho e Emprego e da Previdência Social; o presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP); e a diretora da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Lais Abramo. O evento vai ser às 14h30.

 

FGTS

Em parceira com a Comissão de Legislação Participativa, a Comissão de Trabalho realiza o seminário: “FGTS 45 anos – Justiça para o Trabalhador”. A atividade vai será no plenário 3, às 14h.

 

Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio

Jornada de trabalho

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio pode votar o PL 1.686/11, que altera os artigos 72 e 227 da CLT, para disciplinar a jornada de trabalho dos digitadores e dos operadores de telemarketing. O relator, deputado Carlos Roberto (PSDB-SP) ofereceu parecer pela aprovação deste.

 

O colegiado se reúne, nesta quarta-feira (19), às 9h no plenário 5.

 

Vale-transporte

Ainda nesta quarta, o colegiado realiza audiência pública sobre o PL 6.851/10, que torna obrigatório o pagamento integral do vale-transporte pelo empregador. Foram convidados o auditor fiscal da Secretaria de Inspeção do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego, Daniel Sampaio; o presidente da Confederação Nacional do Comércio, Antônio Oliveira Santos; e o gerente-executivo de Relações do Trabalho da CNI, Emerson Casali.

 

O debate vai ocorrer no plenário 5, às 11h.

Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado

 

Regulamentação da profissão de vigia

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados pode votar o PL 5.618/05, que dispõe sobre a regulamentação da profissão de vigia. O relator da proposta no colegiado é o deputado Emiliano José (PT-BA) e seu parecer é pela rejeição do projeto. O deputado Ronaldo Fonseca (PR-DF) apresentou voto em separado.

 

A Comissão se reúne, nesta quarta-feira (19), às 14h no plenário 6.

Comissão de Seguridade Social e Família

Desoneração da folha

A Comissão de Seguridade Social e Família pode apreciar o PL 957/07, do deputado Jilmar Tatto (PT-SP), que altera as Leis 8.212, de 24 de julho de 1991 e a 8.870, de 15 de abril de 1994, para dispor sobre a desoneração da folha de pagamento das empresas de transporte urbano de passageiros. Os tributos referentes à desoneração serão compensados com base no lucro das empresas. O relator é o deputado Antonio Bulhões (PMDB-SP) e seu parecer é pela rejeição do projeto.

 

O colegiado se reúne, nesta quarta-feira (19), às 9h30 no plenário 7.

Colegiados especiais

 

Terceirização

A Comissão Especial sobre Trabalho Terceirizado realiza discussão e votação do parecer do relator, deputado Roberto Santiago (PV-SP). A reunião vai ser no plenário 7, às 14h30.

 

Pauta trabalhista

A Câmara de Negociação de Desenvolvimento Econômico e Social realiza o primeiro encontro de trabalho nesta quarta-feira (19), às 10h. Em pauta, a definição do roteiro dos trabalhos do colegiado. O encontro vai ser na sala de reuniões da Mesa Diretora da Câmara.

 

Piso do magistério

Nesta terça-feira (18), às 18h, vai ser instalada no âmbito da Comissão de Educação e Cultura da Câmara a Subcomissão Especial sobre o Piso Salarial do Magistério. Na ocasião vai haver a eleição da mesa diretora do colegiado. A reunião acontece no plenário 10.

 

Anistia

Nesta segunda-feira (17), a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados realiza o 5º Seminário Latino-Americano de Anistia e Direitos Humanos. O evento começa às 9h, no auditório Nereu Ramos.

 

DRU

Comissão Especial sobre a Prorrogação da Vigência da DRU se reúne, nesta segunda-feira (17), para discussão e votação do parecer do relator, deputado Odair Cunha (PT-MG). A reunião vai ser no plenário 11, às 19h30.

 

Proteção social do trabalho das mulheres

Nesta terça-feira (18), o Fórum Nacional de Organismos Governamentais de Políticas para as Mulheres realiza debate sobre proteção social do trabalho das mulheres. Foram convidadas a presidente da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas, Creuza Maria Oliveira; a representante do Fórum Itinerante das Mulheres em Defesa da Seguridade Social, Veronica Ferreira; e a presidente da Associação das Donas de Casa de Goiás, Maria das Graças Santos.

 

O evento vai ser no auditório Freitas Nobre, no anexo 4, da Câmara dos Deputados.

 

 

Fonte: Diap On Line

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também