Início > Notícias > Servidores da UFRGS realizam paralisação e planejam greve
Servidores da UFRGS realizam paralisação e planejam greve

      Servidores da UFRGS realizam paralisação e planejam greve Principal reivindicação da Assufrgs é o reajuste do piso salarial, atualmente de R$ 1.034, para três salários mínimos | Foto: Alessandro Oliveri / Especial Sul21 Alessandro Oliveri Especial para o Sul21 Na manhã desta quarta-feira (30), estudantes e professores da Universidade Federal do Rio [...]

 

 

 

Servidores da UFRGS realizam paralisação e planejam greve

Alessandro Oliveri / Especial Sul21

Principal reivindicação da Assufrgs é o reajuste do piso salarial, atualmente de R$ 1.034, para três salários mínimos | Foto: Alessandro Oliveri / Especial Sul21

Alessandro Oliveri
Especial para o Sul21

Na manhã desta quarta-feira (30), estudantes e professores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) encontraram lacrados os prédios da Reitoria e das faculdades de Arquitetura, Educação e Ciências Biológicas. A ação foi promovida durante a madrugada pela Associação dos Servidores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Assufrgs), em protesto à falta de reajuste salarial e paridade nas eleições na Universidade. Com a manifestação, foi permitida a entrada apenas de responsáveis por experimentos vivos, alimentos e segurança.

A principal reivindicação da Assufrgs, que representa 4,8 mil sindicalizados, é o reajuste do piso salarial, que atualmente é de R$ 1.034, para três salários mínimos, o que elevaria o rendimento de toda a categoria. Segundo a coordenadora da geral da entidade, Bernadete Mendez, desde 2007 foram realizada 50 reuniões com representantes do MEC e do Ministério do Planejamento na tentativa de conquistar o reajuste. “Há dois anos, quando já estávamos negociando com o governo, nosso piso era de dois salários mínimos. Hoje é menos do que isso. Nós não queremos fazer greve, queremos trabalhar. Não gostamos de estar na chuva desde as 3h da madrugada fechando portões, mas infelizmente temos que fazer esse tipo de atividade.”

Hoje os técnicos das universidades federais de todo o país estão em paralisação e realizarão assembleia na tarde desta quinta-feira (31). Caso as negociações com o Ministério do Planejamento não avancem, os servidores das universidades federais em todo o País entrarão em greve no dia 11 de junho. No momento, 52 universidades federais estão em greve geral.

http://sul21.com.br/jornal/2012/05/servidores-da-ufrgs-realizam-paralisacao-e-planejam-greve/


Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também