Início > Notícias > Servidores em greve lotaram RU Campus Centro em Assembleia Permanente
Servidores em greve lotaram RU Campus Centro em Assembleia Permanente

Hoje! (17), às 10h30min, reunião do Comando Local de Greve(CLG), no Barracão da Greve, FACED. E às 13h , acontece Assembleia, no Salão de Atos II, para avaliação da proposta do governo que será apresentada dia 16 á noite.

 Os técnico-administrativos em greve há 65 dias realizaram Assembleia Permanente no RU, Campus Centro, após reunião do Comando Local de Greve, na manhã de hoje, dia 16 de agosto.

 A mesa foi composta pela Coordenadora Geral, Bernadete Menezes, substituindo a Coordenadora Geral, Rosane Souza, a servidora, Sílvia Peçanha e pelo Coimando Local de Greve, Arthur Bloise.

 Foram lidos os informes nacionais e o relato da delegação da ASSUFRGS presente em Brasília, esta semana, juntamente com a demanda da reunião de ontem, com o Ministério do Planejamento (Relatório).

 Os servidores aprovaram por unanimidade a continuidade da greve e conforme orientação da FASUBRA Sindical, realizarão amanhã nova Assembleia Permanente,  para debater a proposta do governo, que será novamente apresentada dia 16 de agosto, às 19h.

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Segue relato dos delegados(as) da ASSUFRGS presentes em Brasília
A reunião com o MPOG estava agendada para ocorrer às 11h do dia 15, contudo, houve atraso e a reunião iniciou por voltas das 14h30min, tendo sido encerrada pelas 18h30min.
Dirigimo-nos, então, a UnB, para que o comando fosse instalado e o relato da reunião fosse repassado. Chegando a UnB, recebemos a proposta impressa apresentada pelos representantes do governo no MPOG (exatamente a proposta preliminarmente apresentado ontem pelo MEC, tendo sido confirmado o step de 3,8% para 2015). Seguem os itens que fazem parte do teor do documento:

 1) reajuste acumulado de 15,8%, a ser implementado em três etapas (5% em 2013; 5% em 2014; 5% em 2015);

 2) Revisão do Anexo III do PCCTAE:

→ incluir no nível de classificação E, nível de capacitação IV: aperfeiçoamento ou curso de capacitação igual ou superior a 180 horas; (acréscimo da palavra “igual”)

→ considerar o somatório de cursos realizados no mesmo interstício (carga horária mínima de 20h para se somar), para fins de progressão, que possuam carga horária mínima igual a do nível I de cada classe;

 3) Revisão do Anexo IV: (para janeiro de 2013)

→ Revisão do percentual de titulação (correlação direta: 10% – fundamental completo -, 15% – médio completo-, 20% – médio profissionalizante ou médio com curso técnico completo-, 25% – graduação completo-, 30% – especialização, superior ou igual a 360 horas-, 52% – mestrado – e 75% – doutorado; correlação indireta: -, -, 10, 15, 20, 35, 50);

→ Extensão do incentivo de todos os títulos (graduação, especialização, mestrado e doutorado) a todas as classes;

 4) Step

Revisão do step, aumentando o percentual dos atuais 3,6% para 3,7% em 2014 e 3,8% em 2015;

 Governo disse que, em relação ao percentual de 15%, parcelado em 3 vezes, não tem negociação.

Reajuste no piso em menos de três parcelas foi totalmente rechaçado pelo governo.

30h não tem acordo.

Negociação estaria em 2,9 bilhões.

Os reajustes no piso seriam em março.

FASUBRA-SINASEFE pediram tempo.

Foi falado do reposicionamento dos aposentados (não tem acordo no governo; ficará para uma agenda com prazo de 120 dias)

Democratização da Universidade (prazo de 180 dias)

Terceirização (assumiu o compromisso de ativar o GT Terceirização – prazo de 180 dias)

Racionalização (agenda com prazo de 180 dias)

Redimensionamento (agenda com prazo de 180 dias)

OBSERVAÇÃO: os prazos expressos anteriormente são prazos de “início-meio-fim” das discussões.

Foi enfatizada a necessidade de ampliar o índice. FASUBRA pediu 30% de reajuste pelo menos (reposição inflacionária).

Foi pedido aumento do incentivo da graduação e especialização (para 30 e 35%, respectivamente).

Sérgio afirmou: “então temos que conversar com o Ministro”.

Hoje às 19h, foi agendada nova reunião com o MPOG, para análise dos pontos pendentes: aumento do índice de reajuste do piso; step (aumento); percentual do incentivo à qualificação para graduação e especialização – elevar o incentivo para 30% e 35%, respectivamente). Ressaltamos, portanto, que a resposta do governo a nossa contraproposta não é, ainda, definitiva, tendo em vista que há reunião amanhã. Observamos, ainda, que o CNG-FASUBRA não fez avaliação da resposta dada pelo governo no MPOG, pois aguardará o resultado da reunião de amanhã.

Calendário do CNG-FASUBRA do dia 16 de agosto:

19h – reunião no MPOG (a ASSUFRGS foi sorteada para ir à reunião – reunidos os delegados da ASSUFRGS, ficou decidido que Rafael irá)

Após reunião no MPOG – CNG-FASUBRA será instalado

Delegados – Izaias, Joana, Maria de Lourdes, Rafael B. e Roselei

Este post ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Veja também