Início > Notícias > Servidores em greve unidos em caminhada em Santa Maria
Servidores em greve unidos em caminhada em Santa Maria

Os servidores em greve das Universidades Federais gaúchas se uniram na tarde desta quinta-feira (14) para uma caminhada em Santa Maria. A Ufrgs participou com dois ônibus. Os colegas saíram no início da manhã para a manifestação.

Os servidores em greve das Universidades Federais gaúchas se uniram na tarde desta quinta-feira (14) para uma caminhada em Santa Maria. A Ufrgs participou com dois ônibus. Os colegas saíram no início da manhã para a manifestação.

A atividade serviu, principalmente, para alertar a população sobre a proposta de transformar os 42 hospitais universitários em fundações estatais de direito privado. Caso isso aconteça, eles deixariam de receber dinheiro do Ministério da Educação (MEC). Mesmo pertencendo ao governo federal, eles passariam a ser mantidos e administrados por empresas privadas de saúde, que podem cobrar pelos serviços prestados.

Na manifestação, os servidores se encontraram em frente ao Fórum, no bairro Dores. De lá , o grupo foi até o antigo Hospital Universitário, na Rua Floriano Peixoto. Durante o trajeto, foram usadas faixas, cartazes, apitos e balões para chamar a atenção de quem passava pela rua ou assistia das sacadas dos edifícios. Um caminhão de som também ajudou a divulgar a luta dos servidores.

Para os integrantes do comando local de greve a atividade foi muito significativa. A marcha foi considerada positiva já que cumpriu com o seu objetivo maior: chamar a atenção da população para os riscos que estão sujeitos os hospitais universitários, as universidades públicas e o serviço público como um todo.

Nos discursos, os dirigentes sindicais denunciaram o PAC (Programa de Aceleração e Crescimento), que prevê o congelamento salarial dos servidores públicos, e as conseqüências do desmonte na educação e na saúde.

Veja também